Silenciando Latidos De Cachorro: Agitação E Soluções

Você já se viu em uma situação em que não consegue se concentrar por causa do constante ruído de fundo?

Talvez seja o som do tráfego na sua janela ou a conversa dos colegas de trabalho no escritório. Seja o que for, esse tipo de ruído pode ser incrivelmente frustrante e até mesmo perturbador. Mas você sabia que isso também pode ter um impacto negativo na sua saúde mental?

Estudos demonstraram que a exposição prolongada ao ruído de fundo pode levar ao aumento dos níveis de estresse, ansiedade e até depressão. Neste artigo, explorarei os efeitos do ruído de fundo em nosso bem-estar e fornecerei algumas dicas sobre como combater essa fonte comum de agitação.

Principais conclusões

  • Latidos excessivos em cães podem causar problemas de saúde física e mental, atrapalhar o sono e levar ao rancor e à violência.
  • Para interromper o latido excessivo em cães, determine a causa subjacente e trate-a adequadamente.
  • Os métodos para reduzir o latido em cães incluem redirecionar seu comportamento com guloseimas ou um brinquedo, removê-los da área do gatilho e ensinar-lhes novos comandos.
  • Ferramentas como dispositivos de controle antilatido e técnicas como reforço positivo podem ser usadas juntas para controlar o comportamento de latir do cão.
  • Erros comuns ao tentar fazer seu cão parar de latir incluem dar conforto, gritar, punir após o fato, ignorar as causas subjacentes, inconsistência e não desafiar seu cão mental e fisicamente.
  • Se essas técnicas não funcionarem, pode ser necessário procurar ajuda profissional de um treinador de cães certificado, Bark Busters, uma coleira de treinamento de cães ou um comportamentalista profissional.

Entendendo a agitação e latidos em cães

Por que os cachorros latem?

Os cães latem por vários motivos, incluindo alertar seus donos sobre um perigo potencial, expressar entusiasmo ou ansiedade ou se comunicar com outros cães. Aqui estão alguns gatilhos comuns para latir:

Latidos territoriais: os cães se envolvem em latidos territoriais para alertar os outros sobre a presença de visitantes ou para afugentar intrusos. Eles podem latir quando veem ou ouvem pessoas chegando à porta, o carteiro entregando a correspondência e o responsável pela manutenção lendo o medidor de gás.

Latidos de alarme: os cães podem latir quando ouvem ruídos do lado de fora, como carros passando ou pessoas passando.

Latidos de medo: os cães podem latir quando estão com medo de alguma coisa, como tempestades ou fogos de artifício.

Latidos de saudação: os cães podem latir quando veem pessoas que conhecem ou estranhos.

Latidos em busca de atenção: os cães podem latir quando querem a atenção de seus donos.

Latidos de tédio: os cães podem latir quando estão entediados e não têm mais nada para fazer.

Como parar o latido excessivo?

Para fazer com que seu cão pare de latir excessivamente, você deve determinar a causa subjacente do comportamento de latir e resolvê-la adequadamente. Aqui estão algumas dicas:

Remova a oportunidade de alertar o latido fechando persianas ou cortinas e usando técnicas de mascaramento de ruído. O ruído branco, como deixar um rádio em uma estação suave ou ligar um ventilador alto, pode ajudar a acalmar um cachorro e abafar os ruídos externos.

Ensine ao seu cão um comportamento alternativo, como sentar-se quieto e calmamente quando alguém bater à porta. Você também pode tirar seu cão da situação acomodando-o com brinquedos, mordedores, cobertores e outras coisas favoritas em outra parte da casa.

Crie um espaço seguro para o seu cão onde ele se sinta seguro e confortável. Você também pode usar técnicas de mascaramento de ruído, como ligar um ventilador ou uma máquina de ruído branco, para ajudar seu cão a se sentir menos ansioso.

Forneça bastante exercício e estimulação mental por meio de atividades como brincar de buscar ou esconde-esconde. Isso pode ajudar a evitar latidos de tédio.

Use técnicas de reforço positivo, como recompensar seu cão quando ele estiver quieto. Também é importante garantir que o cão não seja recompensado inadvertidamente por latir, dando atenção, brincadeira, comida ou carinho.

Além dessas estratégias, outras opções para evitar latidos excessivos incluem treinamento de obediência e coleiras antilatidos. No entanto, os planos de tratamento devem considerar o tipo de problema, o domicílio, a urgência da situação e o tipo e nível de controle necessário.

Efeitos do latido excessivo em cães

Causas de latidos excessivos em cães

1. Comportamento Territorial: Os cães são animais territoriais e são altamente motivados a latir quando detectam a aproximação de pessoas desconhecidas ou animais próximos a locais familiares, como suas casas e quintais.

2. Estímulos novos ou incomuns: os cães podem vocalizar quando expostos a estímulos novos ou incomuns, sejam eles sons, visões ou odores. O latido também ocorre em momentos de indecisão, ansiedade ou frustração.

3. Brincadeira: os cães podem latir de excitação ou durante a brincadeira. Os latidos de brincadeira tendem a ser mais agudos do que outros latidos. Esperar que um cão feliz e brincalhão não latir não é realista, mas latidos excessivos podem ser resolvidos por meio de treinamento.

4. Ruídos: os cães podem latir para ruídos que ouvem fora de casa porque estão assustados, excitados ou preocupados com o barulho.

Efeitos do latido excessivo em cães

1. Dor de garganta e danos às cordas vocais: latidos excessivos podem causar dor de garganta e danificar as cordas vocais do cão.

2. Estresse: Um cachorro que late por longos períodos de tempo está em uma quantidade considerável de estresse. O estresse intenso associado ao latido prolongado pode levar a uma variedade de problemas comportamentais.

3. Problemas médicos: latidos excessivos podem ser um sinal de que algo está errado, como desconforto ou dor, especialmente em cães idosos que estão sentindo desconforto ósseo e articular devido à artrite.

4. Perturbam o sono: Ruídos que atrapalham o sono podem afetar seriamente sua saúde física e mental. Ruídos imprevisíveis e frequentes podem elevar a pressão arterial e sons que atrapalham o sono noturno têm sido associados a doenças cardiovasculares em idosos.

5. Rancor e violência: A exposição prolongada ao ruído de latidos crônicos pode levar ao rancor e à violência.

Como lidar com latidos excessivos em cães

1. Identifique a causa: O primeiro passo para lidar com o latido excessivo é identificar a causa. Se o cão estiver latindo devido ao comportamento territorial, o treinamento e a socialização podem ajudar. Se o cachorro estiver latindo por ansiedade ou medo, técnicas calmantes e dessensibilização podem ajudar.

2. Treine o cão para ficar quieto ao comando: Uma abordagem para impedir um cão de latir para ruídos é treiná-lo para ficar quieto ao comando. Isso pode ser alcançado através do treinamento de reforço positivo.

3. Dessensibilize o cão ao barulho: Outra abordagem é dessensibilizar o cão ao barulho, expondo-o gradualmente a ele em um ambiente controlado.

4. Evite punição: punir um cachorro por latir não é recomendado, pois pode levar a problemas mais sérios, como medo e mordidas.

Métodos para reduzir o latido em cães

Redirecione seu comportamento com guloseimas ou um brinquedo

Um dos métodos mais eficazes para impedir que um cachorro latir é redirecionar seu comportamento com guloseimas ou um brinquedo. Ofereça uma guloseima de alto valor ou um brinquedo favorito para distrair seu cão. Isso ajudará a desviar o foco do gatilho que está causando o latido.

Remova seu cão da área do gatilho

Se o seu cão estiver latindo para algo específico, como uma pessoa ou outro animal, pode ser útil removê-los da área do gatilho. Acomode seu cão com brinquedos, brinquedos para mastigar, cobertores e outras coisas favoritas em outra parte da casa.

Isso ajudará a acalmá-los e a reduzir os latidos.

Coloque barreiras de visão

Outro método eficaz para reduzir o comportamento de latir em cães é colocar barreiras visuais. Isso significa remover a oportunidade de seu cão ver coisas que os tentarão a latir. Por exemplo, se seu cachorro late para as pessoas que passam perto de sua casa, você pode colocar cortinas ou persianas para bloquear a visão.

Dê ao seu cão uma zona tranquila

Criar uma área designada onde seu cão possa relaxar e se sentir seguro também pode ajudar a reduzir o comportamento de latir. Esta zona tranquila deve ser um lugar onde seu cão pode ir para escapar dos gatilhos que estão causando o latido.

Certifique-se de fornecer muitos brinquedos, cobertores e outros confortos para ajudá-los a se sentirem confortáveis ​​e seguros.

Abordar a ansiedade de separação

A ansiedade de separação é uma causa comum de latidos excessivos. Abordá-lo pode ajudar a reduzir o comportamento de latir em cães. Você pode fazer isso gradualmente acostumando seu cão a ficar sozinho por curtos períodos de tempo.

Comece com apenas alguns minutos e aumente gradualmente o tempo à medida que seu cão se sentir mais confortável.

Ensine novos comandos

Ensinar novos comandos ao seu cão também pode ajudar a redirecionar seu comportamento e reduzir o latido. Por exemplo, você pode ensiná-los a "sentar" ou "deitar" sob comando. Isso dará a eles outra coisa em que se concentrar, em vez de latir.

Ignore os latidos

Às vezes, ignorar o latido pode enviar a mensagem de que você não responderá até que eles fiquem quietos. Este pode ser um método eficaz para reduzir o comportamento de latir em cães. No entanto, é importante certificar-se de que você não está reforçando o mau comportamento ao ceder às exigências do seu cão.

Ensine o comando "quieto"

Ensinar ao seu cão o comando "quieto" é outro método eficaz para reduzir o comportamento de latir. Use uma voz calma e firme para dizer ao seu cão para ficar "quieto" e reforce positivamente o comportamento correto com guloseimas e carinho.

Exercício

O exercício pode ajudar a reduzir o comportamento de latir em cães, mantendo-os ocupados e cansados. Certifique-se de fornecer muitas oportunidades para exercícios e brincadeiras.

Socialização

Socializar seu cão também pode ajudar a reduzir a ansiedade e o estresse, que podem levar a latidos excessivos. Certifique-se de expor seu cão a diferentes pessoas e situações para que ele se sinta mais confortável em uma variedade de ambientes.

Dessensibilize seu cão ao estímulo

Expor gradualmente seu cão ao estímulo que o faz latir também pode ajudar a reduzir o comportamento de latir. Comece com um baixo nível de exposição e aumente gradualmente ao longo do tempo até que seu cão fique insensível a ele.

Não ceda a nenhuma de suas exigências

Ceder às exigências do seu cão pode reforçar o mau comportamento e levar a mais latidos. Certifique-se de ser consistente com seu treinamento e não ceda a nenhuma de suas demandas.

Mantenha uma atitude calma e confiante de que "estou no comando"

Como líder da matilha, é seu trabalho intervir e controlar os latidos excessivos. Mantenha uma atitude calma e confiante de "eu estou no comando" para que seu cão saiba que você está no controle.

Use a linguagem corporal e a energia calma e assertiva

Use seu corpo, mente e energia calma e assertiva para criar uma parede invisível que seu cão não pode cruzar. Isso ajudará a estabelecer sua autoridade e reduzir o comportamento de latir.

Alimente-os com guloseimas quando pararem de latir

Quando seu cão parar de latir, aproxime-se dele com calma e alimente-o com um fluxo constante de pequenas guloseimas do tamanho de uma ervilha, como frango ou cachorro-quente. Isso ajudará a reforçar positivamente o comportamento e incentivá-los a continuar quietos.

Treinamento e reforço positivo podem ser usados ​​para reduzir o comportamento de latir em cães. Aqui estão algumas dicas:

Use uma dica verbal consistente

Use uma dica verbal consistente para sinalizar ao seu cão para parar de latir, como "quieto" ou "chega". Isso os ajudará a entender o comportamento que se espera deles.

Recompense o comportamento quieto

Sempre que seu cão estiver quieto e bem-comportado, recompense-o com atenção, carinho ou um petisco de treinamento. Isso ajudará a reforçar positivamente o comportamento e incentivá-los a continuar quietos.

Desenvolva uma dica verbal calma

Desenvolva uma dica verbal calma, como "quieto, quer uma guloseima?" isso fará com que seu cão saiba que o latido é inaceitável. Isso ajudará a redirecionar seu comportamento e reduzir o latido.

Certifique-se de que você não está recompensando latidos

Se o seu cão não responder à sugestão verbal e continuar a latir, use uma sugestão diferente em um tom de voz diferente e, em seguida, retire sua atenção afastando-se por um curto período de tempo. Isso ajudará a garantir que você não esteja recompensando o mau comportamento.

Ensine um comportamento alternativo

Ensine ao seu cão um comportamento alternativo ao latido, como sentar ou deitar. Isso dará a eles outra coisa em que se concentrar, em vez de latir.

Exercício e estimulação mental

O aumento do exercício e da estimulação mental pode ajudar a reorientar a mente de um cão e cansá-lo, reduzindo assim o comportamento de latir.

interrupção positiva

Use a interrupção positiva para redirecionar a atenção do seu cão de volta para você quando ele estiver latindo. Isso pode ser feito batendo palmas, fazendo um barulho alto ou chamando seu nome.

Ignorar latidos

Se você errar o gatilho e seu cão começar a latir, ignore-o e espere pela próxima oportunidade de treinamento. Isso ajudará a evitar o reforço do mau comportamento e a encorajá-los a ficar quietos.

Como a solidão pode contribuir para a agitação e latidos do seu cão

Você já notou que seu cachorro late mais quando está sozinho? Isso pode ser um sinal de solidão. Os cães são animais sociais e precisam de companhia, por isso, quando ficam sozinhos por muito tempo, podem ficar ansiosos e agitados.

Isso pode levar a latidos excessivos e comportamento destrutivo.

Para ajudar a aliviar a solidão do seu cão, tente deixá-lo com brinquedos ou quebra-cabeças para mantê-lo ocupado, ou considere contratar um passeador de cães ou babá para fazer companhia durante o dia.

Outra opção é adotar um segundo cão para fazer companhia ao seu amigo peludo.

Ao abordar a solidão do seu cão, você pode ajudar a reduzir sua agitação e latidos, levando a um lar mais feliz e tranquilo para todos.

Para maiores informações:

Solidão e ruído: efeitos, soluções e ajuda

Ferramentas e técnicas para controlar o latido do cachorro

Ferramentas para controlar o latido do cachorro

1. Dispositivo de controle anti-latido: O dispositivo de controle anti-latido BarxBuddy é uma ferramenta segura e eficaz para controlar o latido do cão. Emite um som ultrassônico com luzes de LED que distrai o cachorro dos latidos. Este dispositivo é adequado para cães de todas as raças e idades.

2. Coleiras spray: Essas coleiras liberam um jato de ar ou citronela quando o cão late. A sensação desagradável distrai o cão de latir e desencoraja o comportamento.

3. Dispositivos ultrassônicos: essas máquinas de fazer barulho emitem sons agudos que incomodam os cães e param de latir. O tom para quando o latido para, tornando-se uma ferramenta de correção eficaz.

4. Coleiras de vibração: Essas coleiras detectam a vibração na garganta do cão e distraem o cão de latir. Eles são projetados para serem uma ferramenta de correção suave que não prejudica o cão.

5. Dissuasão de latidos de mão e auxílio de treinamento: O Doggie Don't THE DEVICE é um emissor de som remoto que pode ser usado como dissuasor de latidos e auxílio de treinamento. Emite um som que distrai o cão dos latidos e pode ser usado para reforçar comportamentos positivos.

6. Dog Silencer MAX: Este dispositivo emite um som ultrassônico seguro que pode silenciar latidos extra teimosos até 300 pés de distância. É eficaz para uso ao ar livre e pode ser usado para controlar o latido de cães vizinhos.

7. Treinador ultrassônico de latidos de cães: Este dispositivo emite um som ultrassônico que impede os cães de latir. Ele também possui uma luz LED que pode ser usada para treinamento e reforço.

É fundamental observar que esses dispositivos devem ser usados ​​em conjunto com treinamento adequado e técnicas de reforço positivo. Eles não substituem o treinamento e devem ser usados ​​como uma medida temporária para controlar o comportamento de latir.

Técnicas para controlar o latido do cachorro

Além das ferramentas, existem diversas técnicas que podem ser utilizadas para controlar o latido do cachorro. Aqui estão algumas das técnicas mais eficazes:

1. Modifique o ambiente: Reduzir o ruído de fundo pode ajudar a reduzir o comportamento de latir em cães. Confine o cão a uma caixa ou a uma sala longe de portas e janelas, ou cubra as janelas para que o cão não possa olhar para fora. Limite o acesso dos visitantes para diminuir os latidos e aumentar os comportamentos sedentários ou relaxados. Use estratégias arquitetônicas de mitigação de ruído em abrigos para diminuir o volume do som.

2. Use reforço positivo: o reforço positivo é uma ferramenta poderosa para controlar o latido do cachorro. Use algo que o animal goste, seja comida, brincadeira ou elogio, para encorajar seu cão a se concentrar em você e não no que quer que ele queira latir. Ensine seus comportamentos de estimação para substituir os episódios de latidos.

3. Remova as distrações: remova as distrações, como pessoas, cachorros e veículos em sua vizinhança que possam desencadear latidos. Se seu cachorro late para o carteiro, por exemplo, tente mantê-lo dentro de casa durante os horários de entrega de correspondência.

Erros comuns e busca de ajuda profissional

Como fazer seu cachorro parar de latir: erros comuns e procurar ajuda profissional

Os cães são conhecidos por seus latidos, mas o latido excessivo pode ser um incômodo tanto para o dono do cachorro quanto para seus vizinhos. Se você está lutando para fazer seu cachorro parar de latir, aqui estão alguns erros comuns a serem evitados:

1. Dando Conforto

Quando seu cachorro late, você pode ficar tentado a dar-lhe atenção e confortá-lo. No entanto, isso é um erro. Ao dar conforto ao seu cão quando ele late, você está recompensando seu mau comportamento. Em vez disso, tente ignorar seu cão quando ele late e só dê atenção a ele quando estiver quieto.

2. Gritando com seu cachorro

Gritar com seu cão para ficar quieto não reduzirá seus latidos. Na verdade, isso pode piorar o problema. Seu cachorro pode interpretar seus gritos como latidos e continuar a latir ainda mais. Em vez disso, tente usar uma voz calma e firme para dizer ao seu cão para ficar quieto.

3. Punir seu cão após o fato

É fundamental dizer ao seu cão "Silêncio" e punir cada latido após o sinal de alerta. Isso ensinará seu animal de estimação a ficar quieto antes de ser punido. Você também deve se certificar de que não está punindo seu cão após o fato.

Os cães vivem o momento e não entenderão por que estão sendo punidos se você esperar demais.

4. Ignorando a causa subjacente do latido

Entender por que seu cão late é fundamental para escolher as técnicas que podem funcionar melhor para sua situação específica. Os cães latem por vários motivos, incluindo tédio, medo, ansiedade e comportamento territorial.

Ao identificar a causa subjacente do latido do seu cão, você pode escolher a abordagem mais eficaz para interrompê-lo.

5. Inconsistência

Seja consistente com sua abordagem para fazer seu cão parar de latir. Se você for inconsistente, vai confundir seu cão e piorar o problema. Certifique-se de que todos em sua casa estejam na mesma página quando se trata de fazer seu cachorro parar de latir.

6. Não desafiar seu cão mental e fisicamente

O latido excessivo geralmente é resultado de energia reprimida. Se for esse o caso, a solução é simples: libere essa energia de formas mais produtivas. Certifique-se de que seu cão está fazendo exercícios e estímulos mentais suficientes.

Leve-os para passear, brinque de buscar e dê-lhes brinquedos de quebra-cabeça para mantê-los ocupados.

Quando procurar ajuda profissional

Se você tentou várias técnicas para interromper o comportamento de latidos do seu cão e não notou nenhuma melhora, talvez seja hora de procurar ajuda profissional. Aqui estão algumas opções para ajuda profissional:

  • Entre em contato com um treinador de cães profissional certificado: um treinador de cães profissional pode ajudá-lo a identificar a causa subjacente do latido de seu cão e desenvolver um plano de treinamento eficaz para interrompê-lo.
  • Bark Busters Home Dog Training: Bark Busters fornece uma solução para todos os problemas de comportamento do seu cão, apoiado por sua garantia única de vida útil para cães.
  • Coleiras e dispositivos para treinamento de cães: Existem muitos tipos de coleiras e dispositivos para treinamento de cães disponíveis que podem ajudar a reverter comportamentos indesejados de latidos. Um colar ultrassônico é um exemplo.
  • Comportamentalista profissional: Encontrar um comportamentalista profissional também pode ser útil para controlar o comportamento de latir. Eles podem fornecer planos de treinamento personalizados e conselhos sobre como lidar com o ambiente do cão.

Considerações finais

Ao encerrarmos esta discussão sobre agitação e latidos em cães, lembre-se de que nossos amigos peludos são criaturas complexas que se comunicam de várias maneiras. Embora o latido possa ser um incômodo, geralmente é um sintoma de um problema subjacente que precisa ser resolvido.

Reduzir o latido em cães requer uma abordagem multifacetada que leve em consideração as necessidades físicas e emocionais do cão.

Isso inclui fornecer bastante exercício e estimulação mental, além de abordar qualquer ansiedade ou medo subjacente que possa estar causando o latido.

Embora haja uma variedade de ferramentas e técnicas disponíveis para ajudar a controlar o latido, lembre-se de que não existe uma solução única para todos.

O que funciona para um cão pode não funcionar para outro e, por favor, seja paciente e persistente para encontrar a abordagem certa.

No final do dia, nossos cães confiam em nós para fornecer a eles o cuidado e a atenção de que precisam para viver uma vida feliz e saudável.

Ao reservar um tempo para entender seu comportamento e necessidades, podemos ajudar a reduzir a agitação e os latidos e construir relacionamentos mais fortes e gratificantes com nossos companheiros peludos.

Portanto, da próxima vez que ouvir seu cachorro latindo, pare um momento e considere o que ele pode estar tentando lhe dizer.

Com um pouco de paciência e compreensão, podemos ajudar nossos cães a viverem suas melhores vidas e serem os melhores companheiros que podem ser.

Como parar de latir de cachorro!

Dica: Ative o botão de legenda se precisar. Escolha 'tradução automática' no botão de configurações se você não estiver familiarizado com o idioma inglês. Pode ser necessário clicar primeiro no idioma do vídeo antes que seu idioma favorito fique disponível para tradução.

Links e referências

  1. ASPCA
  2. O Treinador de Cães Online
  3. Sociedade humana
  4. Paw Pals locais
  5. Hospitais VCA
  6. Amazonas
  7. Meu artigo sobre o tema:

    Silenciar latidos de cachorro com ruído de fundo

    Memorando para mim mesmo: (Status do artigo: rascunho)

    Compartilhar no…