Insegurança E Latidos Excessivos: Dicas E Ferramentas De Treinamento

Você já se sentiu inseguro?

Aquela sensa√ß√£o inc√īmoda de que voc√™ n√£o √© bom o suficiente, de que n√£o est√° √† altura dos outros. √Č uma experi√™ncia humana comum, mas voc√™ sabia que nossos amigos peludos tamb√©m podem sofrer de inseguran√ßa?

Cães que latem excessivamente, mastigam móveis ou se encolhem de medo durante tempestades podem estar exibindo sinais de insegurança. Como donos de animais de estimação, é nossa responsabilidade ajudar nossos cães a se sentirem seguros e protegidos em seu ambiente. Neste artigo, explorarei técnicas de treinamento que podem ajudar a reduzir a insegurança de seu cão e melhorar seu comportamento.

Principais conclus√Ķes

  • Latidos excessivos de c√£es podem ter v√°rias causas, incluindo ansiedade de separa√ß√£o, t√©dio, medo e dor.
  • Identificar a causa do latido excessivo √© crucial para lidar com o comportamento.
  • As solu√ß√Ķes para o latido excessivo incluem remover a motiva√ß√£o para latir, dessensibilizar e buscar orienta√ß√£o especializada.
  • Treinar c√£es para fazer outra coisa em vez de latir pode ser eficaz na redu√ß√£o do comportamento de latir.
  • A consist√™ncia √© a chave para o sucesso do treinamento de latidos de c√£es.
  • Ferramentas e dispositivos como dispositivos de controle antilatidos, coleiras de spray, dispositivos ultrass√īnicos, coleiras vibrat√≥rias, dissuasores de latidos port√°teis, treinadores antilatidos ultrass√īnicos e silenciadores de c√£es podem ser usados ‚Äč‚Äčpara parar o latido de c√£es, mas devem ser usados ‚Äč‚Äčcom cuidado e sob orienta√ß√£o de um formador profissional.
  • Exerc√≠cio e estimula√ß√£o mental tamb√©m podem ajudar a reduzir o latido.
  • Ignorar a causa subjacente do latido √© um erro comum ao lidar com o comportamento.

Latido Excessivo de Cachorro

Causas de latidos excessivos

1. Ansiedade de separação/latidos compulsivos

Cães com ansiedade de separação geralmente latem excessivamente quando deixados sozinhos. Eles também podem exibir outros comportamentos, como mastigar ou cavar destrutivamente. Se o seu cão tem ansiedade de separação, pode ser necessário trabalhar com um profissional para ajudá-lo a superar o medo de ficar sozinho.

2. Tédio, Solidão e Frustração

Quando os cães não têm enriquecimento suficiente durante o dia, eles podem desenvolver hábitos destrutivos. Tédio, solidão e frustração podem levar a latidos excessivos. Certifique-se de que seu cão tenha muitos brinquedos e atividades para mantê-lo ocupado durante o dia.

3. Medo

O latido excessivo pode ser a forma de um cão expressar medo e/ou alertar sobre uma ameaça real ou percebida. Se o seu cachorro está latindo de medo, identifique a fonte do medo e trabalhe para dessensibilizá-lo.

4. Comportamento Territorial

Quando uma pessoa ou um animal entra em uma área que seu cão considera seu território, isso geralmente desencadeia latidos excessivos. Este é um comportamento natural dos cães, mas pode ser controlado por meio de treinamento e socialização.

5. Dor, medo ou ang√ļstia

O latido excessivo geralmente √© um indicador de problemas subjacentes, como dor, medo ou ang√ļstia. Se voc√™ suspeitar que seu c√£o est√° latindo devido a dor ou desconforto, leve-o ao veterin√°rio para um check-up.

Solu√ß√Ķes para Latidos Excessivos

1. Remova a motivação para latir

Identifique o que desencadeia o latido do seu c√£o e remova o est√≠mulo que est√° causando o latido. Por exemplo, se seu cachorro late para as pessoas que est√£o passando pela janela, feche as persianas ou mova-as para outro c√īmodo.

2. Ignore os latidos

Gritar com seu cão para ficar quieto não reduzirá seus latidos. O objetivo é identificar por que seu cachorro está latindo e, em seguida, dar a ele uma maneira alternativa de se comunicar. Se o seu cachorro está latindo para chamar a atenção, espere até que ele fique quieto antes de dar atenção a ele.

3. Dessensibilize seu cão ao estímulo

Gradualmente, exponha seu cão ao estímulo que causa o latido até que ele se torne insensível a ele. Por exemplo, se seu cão late para outros cães, apresente-o gradualmente a outros cães em um ambiente controlado.

4. Pergunte ao seu cão sobre um comportamento incompatível

Ensine ao seu cão um comportamento incompatível com o latido, como "senta" ou "deita". Quando seu cão começar a latir, peça a ele que execute o comportamento incompatível.

5. Mantenha seu c√£o ocupado e exercitado

Manter seu cão ocupado e exercitado ajudará a reduzir o latido e a impedi-lo de praticá-lo. Leve seu cachorro para passear regularmente e forneça muitos brinquedos e atividades para mantê-lo ocupado.

6. Busque orientação especializada

Para obter orientação especializada, entre em contato com um especialista em comportamento animal que poderá elaborar um plano de tratamento para você e seu cão. Eles podem ajudá-lo a identificar a causa subjacente do latido do seu cão e desenvolver um plano para resolvê-lo.

Latidos de insegurança e medo

A insegurança pode contribuir para o latido excessivo em cães. Cães inseguros latem excessivamente porque estão ansiosos com coisas novas em seu ambiente. Se o seu cachorro está latindo por medo ou insegurança, mantenha a calma e ignore completamente o barulho ou objeto que está causando o medo.

Com o tempo, seu c√£o aprender√° que n√£o h√° nada a temer e deixar√° de latir excessivamente.

Técnicas de treinamento para parar o latido do cachorro

Os c√£es latem por v√°rios motivos, incluindo medo, ansiedade, t√©dio ou excita√ß√£o. Embora latir seja um comportamento natural para c√£es, latir em excesso pode ser um inc√īmodo para voc√™ e seus vizinhos. Felizmente, existem v√°rias t√©cnicas de treinamento comuns que podem ajud√°-lo a impedir que seu c√£o latir excessivamente.

Ensine o comando "quieto"

Uma das técnicas mais eficazes para parar o latido do cachorro é ensinar ao seu cão o comando "quieto". Para fazer isso, use uma voz calma e firme para dizer ao seu cão para ficar "quieto" e reforce positivamente o comportamento correto com guloseimas e carinho.

Comece dizendo "quieto" quando seu cachorro estiver latindo e recompense-o quando ele parar.

Repita esse processo até que seu cão aprenda a associar a palavra "quieto" a ser calmo e quieto.

Dessensibilização

Outra t√©cnica para parar o latido do cachorro √© a dessensibiliza√ß√£o. Aos poucos, exponha seu c√£o aos est√≠mulos que causam latidos e recompense-o por n√£o latir. Por exemplo, se seu c√£o late para outros c√£es, comece expondo-os a c√£es √† dist√Ęncia e recompense-os por ficarem calmos.

Diminua gradualmente a dist√Ęncia entre seu c√£o e outros c√£es e continue a recompens√°-los por n√£o latir.

Uso de comandos

Ensinar seu cão a latir sob comando e depois ensiná-lo o comando "quieto" também pode ser eficaz. Comece ensinando seu cão a latir sob comando, dizendo "fale" e, em seguida, recompense-o quando ele latir.

Depois que seu c√£o aprender a latir sob comando, ensine-o o comando "quieto" dizendo "quieto" e recompense-o quando parar de latir.

Remoção do objeto ofensivo

Se houver um objeto específico que esteja causando o latido do seu cão, como um brinquedo ou uma pessoa, remova-o do ambiente. Isso pode ajudar a reduzir os latidos e evitar que fiquem ansiosos ou estressados.

Ensine um comportamento alternativo

Treinar seu cão para fazer outra coisa em vez de latir também pode ser eficaz. Por exemplo, você pode treinar seu cão para tocar uma campainha na porta quando precisar sair, em vez de latir. Isso pode ajudar a redirecionar sua energia e reduzir seus latidos.

Exercício e socialização adequados

Garantir que seu cão seja adequadamente exercitado e socializado também pode ajudar a reduzir seus latidos. Cães que estão entediados ou ansiosos são mais propensos a latir excessivamente, portanto, fornecer-lhes bastante exercício e socialização pode ajudar a mantê-los calmos e felizes.

Evite punição

√Č fundamental evitar puni√ß√Ķes ao treinar seu c√£o para parar de latir. Puni√ß√£o ou coleiras que fornecem um pequeno choque el√©trico podem aumentar a ansiedade ou ang√ļstia nos c√£es, o que pode levar a mais latidos.

Reforço positivo

Usar refor√ßo positivo para treinar seu c√£o a parar de latir pode ser altamente eficaz. O refor√ßo positivo √© um m√©todo de treinamento que estimula o comportamento desej√°vel ‚Äď neste caso, parar de latir ou ficar quieto.

Sempre que seu cão estiver calmo e quieto, recompense-o com atenção, carinho ou um petisco de treinamento.

Desenvolva uma dica verbal calma

Desenvolver uma dica verbal calma, como "Sil√™ncio, quer uma guloseima?" pode ajudar seu c√£o a entender que latir √© inaceit√°vel. Comece com sess√Ķes de treinamento onde voc√™ recompensa o comportamento quieto do seu c√£o com esta sugest√£o, seguida pela guloseima ou um brinquedo favorito.

Depois que seu cão aprender a dica verbal calma, você poderá usá-la durante os momentos de latidos indesejados para solicitar a resposta silenciosa.

Não recompense latidos em busca de atenção

Se o seu cão não responder à sugestão verbal e continuar a latir, use uma sugestão diferente em um tom de voz diferente (algo como "ainda aprendendo") e, em seguida, retire sua atenção afastando-se por um curto período de tempo.

Isso ensina ao seu cão que ele não será recompensado com mais atenção se continuar latindo.

Ignore latidos indesejados

Se você errar o gatilho e seu cão começar a latir, ignore-o e espere pela próxima oportunidade de treinamento. Isso ensina ao seu cão que latir não vai conseguir o que ele quer.

Exercício e estimulação mental

O aumento do exercício e da estimulação mental pode ajudar a reorientar a mente do seu cão e cansá-lo, reduzindo o latido. Certifique-se de que seu cão faça bastante exercício e brinque todos os dias para ajudar a mantê-lo calmo e feliz.

interrupção positiva

Você pode usar a interrupção positiva para redirecionar a atenção do seu cão de volta para você quando ele estiver latindo excessivamente. Ofereça consistentemente guloseimas de alto valor na presença de estímulos que causam frustração para contra-condicionar seu cão a procurá-lo em busca de guloseimas quando se sentirem frustrados.

Por que o comportamento destrutivo do seu cão pode estar ligado à insegurança

Se o seu cachorro está latindo excessivamente ou destruindo seus pertences, isso pode ser um sinal de insegurança. Cães que se sentem ansiosos ou inseguros podem recorrer a um comportamento destrutivo como mecanismo de enfrentamento.

Esse comportamento pode ser especialmente prevalente em c√£es que sofreram traumas ou n√£o foram devidamente socializados.

Para resolver esse problema, é importante identificar a causa raiz da insegurança do seu cão.

Isso pode envolver o trabalho com um treinador profissional ou comportamentalista para desenvolver um plano para ajudar seu c√£o a se sentir mais seguro e confiante.

Fornecer ao seu cão bastante exercício, estimulação mental e reforço positivo também pode ajudar muito a reduzir o comportamento destrutivo.

Lembre-se de que o comportamento do seu cão é um reflexo do estado emocional dele, por isso é importante abordar o problema com empatia e compreensão.

Para maiores informa√ß√Ķes:

Comportamento destrutivo: parar de latir de cachorro

Fatores para o sucesso do treinamento de latidos de c√£es

A consist√™ncia √© um aspecto importante no treinamento de seu c√£o para parar de latir. √Č essencial manter suas sess√Ķes de treinamento positivas e otimistas. Seja consistente para n√£o confundir seu cachorro. Ter todos em sua casa na mesma p√°gina pode levar a resultados mais r√°pidos.

Se o cachorro continuar latindo, dê um comando "silencioso" firme, calmo e assertivo.

Se o cachorro parar de latir por alguns segundos, elogie-o e recompense-o.

Se o cão não conseguir parar de latir, tente qualquer um desses métodos para parar de latir.

Use uma dica verbal consistente

Usar uma dica verbal consistente é importante ao treinar seu cão para parar de latir. Escolha uma palavra ou frase que você usará toda vez que quiser que seu cachorro pare de latir. Seja paciente, calmo e consistente.

Remova a motivação deles

Um cachorro pode latir porque quer algo ou uma recompensa. E geralmente, se o latido for consistente, eles est√£o conseguindo o que querem dele. Certifique-se de parar de recompensar esse comportamento e remover seus gatilhos quando puder.

Isso ajudará a reduzir a motivação para latir.

Dessensibilização e Contracondicionamento

A dessensibilização e o contracondicionamento são formas poderosas de mudar o comportamento de um cão. A dessensibilização fornece um meio de expor o cão com segurança ao estímulo em um nível igual ou inferior ao qual o medo provavelmente será exibido.

O contracondicionamento é usado para mudar a resposta emocional, os sentimentos ou a atitude do cão em relação a um estímulo de negativo para positivo.

Etapas para dessensibilização e contra-condicionamento

1. Identifique o limiar no qual o cão responde pela primeira vez, projetando um gradiente de estímulo (de respostas baixas a respostas altas) para que o cão possa ser gradualmente exposto a níveis progressivamente mais intensos do estímulo sem exibir o comportamento indesejável.

2. Exerc√≠cios de exposi√ß√£o controlada ou dessensibiliza√ß√£o devem ser combinados com substitui√ß√£o de resposta para que seu c√£o aprenda primeiro o comportamento desejado em situa√ß√Ķes de excita√ß√£o m√≠nima e distra√ß√Ķes m√≠nimas antes de prosseguir para n√≠veis gradualmente mais intensos do est√≠mulo.

3. O controle do cabeçote pode ser usado para garantir um bom controle do cão.

4. Uma recompensa fortemente motivadora deve ser usada.

5. √Č necess√°rio um bom controle sobre o est√≠mulo.

6. √Č necess√°rio um gradiente de dessensibiliza√ß√£o bem constru√≠do.

7. O contracondicionamento deve ocorrer quando a reação do cão (resposta emocional) a um estímulo é alterada de ansiedade ou medo para positiva e relaxada.

8. Antes de aumentar o desafio, deve ser óbvio que seu cão aprendeu que o estímulo prediz coisas boas.

9. O contracondicionamento e a dessensibilização devem ser utilizados em qualquer situação em que seu cão esteja com medo ou ansioso, acostumando gradualmente o cão a níveis crescentes de estímulo, combinando cada exposição com uma recompensa preferida.

Ferramentas e dispositivos para parar o latido do cachorro

Latidos de c√£es podem ser um inc√īmodo para os propriet√°rios e vizinhos. Felizmente, existem v√°rias ferramentas e dispositivos que podem ser usados ‚Äč‚Äčpara parar o latido do cachorro. Aqui est√£o alguns exemplos:

  • Dispositivo de controle anti-latido: Este dispositivo emite som ultrass√īnico com luzes LED e uma al√ßa segura para todos os c√£es de todas as ra√ßas e idades.
  • Coleiras de spray: Essas coleiras emitem um jato de ar ou citronela quando detectam latidos.
  • Dispositivos ultrass√īnicos: essas m√°quinas de fazer barulho produzem sons agudos em resposta ao latido. O tom irrita os c√£es, por isso funciona como uma corre√ß√£o e para quando o latido para.
  • Coleiras de vibra√ß√£o: Essas coleiras funcionam tanto ouvindo um latido quanto sentindo a vibra√ß√£o na garganta do c√£o. A vibra√ß√£o √© projetada para distrair seu c√£o e, portanto, parar o latido.
  • Dissuasor de latidos port√°til e aux√≠lio de treinamento: este emissor de som remoto da Doggie Don't foi projetado para levar seu treinamento em movimento. Cabe facilmente na palma da sua m√£o e inclui um cord√£o que pode ser enrolado em seu pulso para facilitar o acesso.
  • Treinador antilatido ultrass√īnico com luz LED: Este dispositivo emite som ultrass√īnico e luz LED para treinar c√£es e corrigir problemas comportamentais.
  • Dog Silencer MAX: Este dispositivo usa som ultrass√īnico seguro como um impedimento para acalmar latidos extra teimosos at√© 300 p√©s de dist√Ęncia.

√Č fundamental ressaltar que esses aparelhos devem ser utilizados com cautela e sob a orienta√ß√£o de um profissional capacitador. Um treinador profissional pode fornecer conselhos sobre esses dispositivos e seu c√£o individualmente.

Além disso, resolva quaisquer problemas subjacentes que possam estar causando latidos excessivos, como desconforto, medo ou ansiedade, que devem ser discutidos com um veterinário em vez de "punidos" com qualquer sistema de controle de latidos.

Exercício e estimulação mental

Além de usar ferramentas e dispositivos, exercícios e estimulação mental podem ajudar a reduzir o latido em cães. Aqui estão algumas maneiras de conseguir isso:

  • Forne√ßa atividades de enriquecimento: atividades de enriquecimento, como fornecer jogos para estimula√ß√£o e quebra-cabe√ßas ou aumentar a quantidade de exerc√≠cios que um c√£o faz, podem reduzir os latidos inc√īmodos.
  • Garanta exerc√≠cios f√≠sicos e mentais suficientes: um c√£o cansado tem menos probabilidade de latir de t√©dio ou frustra√ß√£o, portanto, certifique-se de que seu c√£o esteja fazendo exerc√≠cios f√≠sicos e mentais suficientes todos os dias.
  • Forne√ßa disciplina: dar ao seu c√£o tarefas para fazer e comandos para aprender pode fornecer a disciplina e o est√≠mulo psicol√≥gico que eles desejam.
  • Ensine novos truques ou comandos: Ensinar um novo truque ou comando ao seu c√£o √© uma √≥tima maneira de fornecer est√≠mulo mental e cans√°-lo.
  • Use o comando "quieto": Ensinar o comando "quieto" pode ajudar a reduzir o latido excessivo. Use uma voz calma e firme para dizer ao seu c√£o para ficar "quieto" e reforce positivamente o comportamento correto com guloseimas e carinho.

Erros comuns e ajuda profissional

Os cães latem por vários motivos, incluindo medo, ansiedade, tédio ou desejo de atenção. Embora alguns latidos sejam normais, latidos excessivos podem ser um problema tanto para o cão quanto para o dono. Aqui estão alguns erros comuns a serem evitados ao tentar fazer seu cão parar de latir, bem como alguma ajuda profissional a que você pode recorrer, se necessário.

Erro #1: Oferecer Conforto

Se você confortar seu cachorro quando ele late, estará recompensando seu mau comportamento. Isso pode reforçar o latido e tornar mais difícil parar no futuro. Em vez disso, tente ignorar os latidos e espere um momento de silêncio antes de dar atenção ou guloseimas ao seu cão.

Erro n¬ļ 2: Gritar com seu cachorro

Gritar com seu cão para ficar quieto não reduzirá seus latidos. Na verdade, pode até aumentar a ansiedade e levar a mais latidos. Em vez disso, tente falar com seu cão com uma voz calma e firme ao dizer-lhe para ficar quieto.

Erro n¬ļ 3: punir seu cachorro ap√≥s o fato

Punir seu cão após o fato não o ajudará a entender por que estava sendo punido. Em vez disso, tente dizer ao seu cão "quieto" e, em seguida, castigue cada latido após o sinal de alerta. Isso ensinará seu animal de estimação a ficar quieto antes de ser punido.

Você também deve ser consistente com sua punição para que seu cão entenda as consequências de seus latidos.

Erro n¬ļ 4: Ignorar a causa subjacente do latido

Entender por que seu cão late é fundamental para escolher as técnicas que podem funcionar melhor para sua situação específica. Por exemplo, se o seu cachorro late quando fica sozinho, pode estar sentindo ansiedade de separação.

Abordar a causa subjacente do latido do seu cão pode ajudá-lo a escolher as técnicas de treinamento mais eficazes.

Erro n¬ļ 5: Inconsist√™ncia

Seja consistente com seu treinamento para não confundir seu cão. Se você for inconsistente com seus comandos ou recompensas, seu cão pode não entender o que se espera dele. A consistência é a chave para um treinamento bem-sucedido.

Erro n¬ļ 6: n√£o desafiar seu c√£o mental e fisicamente

O latido excessivo geralmente é resultado de energia reprimida. Se for esse o caso, a solução é simples: libere essa energia de formas mais produtivas. Certifique-se de que seu cão está fazendo exercícios e estímulos mentais suficientes para mantê-los felizes e saudáveis.

Ajuda profissional

Se você já tentou vários métodos para fazer seu cão parar de latir, mas o latido continua excessivamente, talvez seja hora de consultar um adestrador de cães profissional. Trabalhar com um treinador profissional pode ser benéfico tanto para o dono quanto para o cão para redirecionar seus hábitos de latidos arraigados.

Antes de consultar um profissional, experimente algumas técnicas de prevenção como retirar a motivação para latir, ignorar o latido, dessensibilizar o cão ao estímulo e pedir ao cão um comportamento incompatível.

A Bark Busters é um exemplo de empresa que oferece treinamento particular de comportamento canino em casa.

A √ļltima palavra sobre o assunto

Latidos excessivos de c√£es podem ser um problema frustrante e avassalador para muitos donos de animais. Pode causar tens√£o com os vizinhos, atrapalhar o sono e at√© levar a a√ß√Ķes legais. Mas antes de entrarmos nas t√©cnicas e ferramentas de treinamento para parar o latido do cachorro, vamos parar um momento para considerar a raiz do problema: a inseguran√ßa.

Os cachorros latem por vários motivos, mas um dos mais comuns é a insegurança.

Eles latem para proteger seu território, para se comunicar com seus donos e para expressar medo ou ansiedade.

Portanto, em vez de simplesmente tentar parar de latir, trate da insegurança subjacente que está causando isso.

As técnicas de treinamento para parar o latido do cachorro podem ser eficazes, mas devem ser adaptadas para cada cão e suas necessidades específicas.

O reforço positivo, como guloseimas e elogios, pode ser uma ferramenta poderosa para aumentar a confiança e reduzir a ansiedade.

Além disso, fornecer um ambiente seguro e protegido para o seu cão pode ajudar muito a reduzir a necessidade de latir.

Fatores no treinamento de latidos de cães bem-sucedidos incluem consistência, paciência e compreensão.

√Č fundamental definir metas realistas e ser consistente em seus m√©todos de treinamento.

A paciência é fundamental, pois pode levar algum tempo para o seu cão superar suas inseguranças e reduzir os latidos.

E, o mais importante, entender a personalidade e as necessidades √ļnicas de seu c√£o pode ajud√°-lo a adaptar sua abordagem de treinamento para ser mais eficaz.

Ferramentas e dispositivos para parar o latido do cachorro podem ser √ļteis, mas devem ser usados ‚Äč‚Äčem conjunto com t√©cnicas de treinamento e n√£o como substitutos.

Coleiras que emitem um som agudo ou um jato de água podem ser eficazes para interromper o latido, mas nunca devem ser usadas como punição.

Em vez disso, eles devem ser usados ‚Äč‚Äčcomo uma ferramenta para redirecionar a aten√ß√£o do seu c√£o e refor√ßar o comportamento positivo.

Os erros comuns em parar o latido do cachorro incluem punir seu cão por latir, usar métodos de treinamento agressivos e ignorar a insegurança subjacente que causa o latido.

Se você está lutando para progredir com o latido do seu cão, pode ser hora de procurar ajuda profissional.

Um treinador de cães qualificado ou especialista em comportamento pode fornecer orientação e suporte personalizados para ajudar você e seu cão a superar esse problema desafiador.

Em conclusão, parar de latir de cachorro requer uma abordagem holística que aborde a insegurança subjacente que causa o latido.

T√©cnicas, ferramentas e dispositivos de treinamento podem ser eficazes, mas devem ser usados ‚Äč‚Äčem conjunto com paci√™ncia, consist√™ncia e compreens√£o.

Ao reservar um tempo para entender as necessidades √ļnicas de seu c√£o e adaptar sua abordagem de acordo, voc√™ pode ajudar seu amigo peludo a se sentir mais confiante e seguro e reduzir seus latidos excessivos.

Lembre-se, um cão feliz e bem comportado é o reflexo de um dono feliz e responsável.

Como parar de latir de cachorro!

Dica: Ative o bot√£o de legenda se precisar. Escolha 'tradu√ß√£o autom√°tica' no bot√£o de configura√ß√Ķes se voc√™ n√£o estiver familiarizado com o idioma ingl√™s. Pode ser necess√°rio clicar primeiro no idioma do v√≠deo antes que seu idioma favorito fique dispon√≠vel para tradu√ß√£o.

Links e referências

Meu artigo sobre o tema:

Pare de latir de cachorro: técnicas de treinamento

Nota para minha referência: (Status do artigo: preliminar)

Compartilhar no…