Hiperatividade Em Cães: Causas, Treinamento E Soluções

Seu amigo peludo parece ter um suprimento infinito de energia?

Eles latem sem parar para cada pequena coisa?

Nesse caso, você pode estar lidando com um cão hiperativo. Embora alguns possam achar sua energia cativante, ela pode rapidamente se tornar avassaladora e até perigosa se não for treinada adequadamente. Felizmente, com as técnicas de treinamento corretas, você pode ajudar seu filhote hiperativo a canalizar sua energia para comportamentos mais produtivos e gerenciáveis. Neste artigo, explorarei as causas subjacentes da hiperatividade em cães e fornecerei estratégias de treinamento eficazes para ajudar você e seu amigo peludo a viverem juntos uma vida mais pacífica e harmoniosa.

Principais conclusões

  • Os cães requerem estimulação física e mental para evitar hiperatividade e latidos excessivos.
  • Treinar seu cão para aprender o comando "quieto" e encorajar um comportamento calmo pode reduzir o latido excessivo.
  • O aumento do exercício também pode reduzir a hiperatividade e o latido em cães.
  • Fatores ambientais, como ruído e estimulação, podem afetar a hiperatividade e o latido, e o reforço positivo pode ser usado para treiná-los a parar de latir excessivamente.
  • A ajuda profissional de um treinador de cães ou comportamentalista certificado pode fornecer orientação personalizada para cães hiperativos com comportamento de latidos excessivos.

Hiperatividade em cães e técnicas de treinamento

Causas da hiperatividade em cães

A hiperatividade em cães pode ser causada por vários fatores, incluindo genética, falta de exercício, falta de estimulação, dieta, hipertireoidismo e alergias. Algumas raças de cães são mais propensas à hiperatividade do que outras, por isso é essencial pesquisar a raça antes de adquirir um cachorro.

Os cães precisam de exercícios para queimar o excesso de energia e, se não fizerem exercícios suficientes, podem se tornar hiperativos. Cães hiperativos precisam de estimulação física e mental, então eles precisam se exercitar e aprender novos truques.

A dieta de um cão também pode afetar seu comportamento, e alimentar um cão com uma dieta rica em açúcar ou carboidratos pode causar hiperatividade.

O hipertireoidismo é uma condição rara que pode causar hiperatividade em cães, e alergias a proteínas também podem causar hiperatividade.

Se você suspeitar que seu cão pode sofrer de hiperatividade, é melhor discutir suas preocupações com seu veterinário. Dependendo dos resultados, seu cão pode precisar de tratamento médico. Enquanto isso, existem medidas alternativas que valem a pena considerar, mas consulte seu veterinário primeiro antes de administrar qualquer tratamento ou medicamento.

Técnicas de treinamento para parar o latido excessivo

A hiperatividade em cães pode levar a latidos excessivos. Quando um cachorro tem excesso de energia, a única maneira que seu cérebro sabe lidar com isso é trabalhando fisicamente. Sinais de excesso de excitação incluem girar em círculos, pular para cima e para baixo, latir e latir.

Cães com TDAH geralmente são ansiosos e podem ser supersensíveis a imagens e sons, resultando em muitos latidos. O latido também pode ocorrer em momentos de indecisão, ansiedade ou frustração. Cães que latem por outros motivos (medo, ansiedade de separação ou distúrbios compulsivos) exigirão tratamento para o problema subjacente.

Aqui estão algumas técnicas de treinamento para parar de latir excessivamente:

  • Fale com calma e firmeza, mas não grite. Gritar estimula seu cão a latir mais porque ele pensa que você está participando.
  • Ensine ao seu cão o comando "quieto". Quando seu cachorro latir, diga "quieto" e espere que ele pare de latir. Quando eles pararem de latir, recompense-os com uma guloseima.
  • Use reforço positivo. Quando seu cachorro parar de latir, recompense-o com um petisco ou elogio.
  • Distraia seu cão com um brinquedo ou guloseima. Quando seu cão começar a latir, distraia-o com um brinquedo ou guloseima. Isso redirecionará sua atenção e os impedirá de latir.
  • Use um frasco de spray. Quando seu cão começar a latir, borrife-o com água. Isso irá assustá-los e impedi-los de latir.

Por que a agressão é relevante para parar o latido do cachorro

Quando se trata de cães hiperativos que latem excessivamente, a agressividade pode ser um fator relevante a ser considerado. A agressão pode ser resultado de medo, ansiedade ou comportamento territorial e pode desencadear latidos em cães.

Se um cão se sentir ameaçado, pode latir agressivamente para se proteger ou proteger seu território.

Isso pode ser um problema para os donos que querem impedir que seus cães latirem excessivamente.

Compreender a causa raiz da agressão pode ajudar os proprietários a resolver o problema e treinar seu cão para parar de latir.

É importante observar que a agressão em cães nunca deve ser ignorada ou descartada, pois pode levar a situações perigosas.

Buscar a ajuda de um adestrador de cães profissional ou comportamentalista pode ser benéfico para lidar com a agressão e parar o latido excessivo.

Para maiores informações:

Parar a agressão do cão: soluções para latidos excessivos

Métodos de treinamento para cães hiperativos

Se você tem um cão hiperativo, sabe como pode ser difícil mantê-lo calmo e tranquilo. Latidos excessivos podem ser um incômodo, especialmente se você mora perto de seus vizinhos. Felizmente, existem vários métodos de treinamento que você pode usar para ajudar seu cão a permanecer calmo e quieto.

Aqui estão algumas dicas:

Ensine o comando "Silencioso"

Uma das principais maneiras eficazes de fazer seu cão parar de latir é ensiná-lo o comando "quieto". Veja como fazer:

  • Comece atraindo seu cão para uma guloseima e, quando ele começar a latir, diga a ele a palavra quieto.
  • Assim que seu cachorro parar de latir, ofereça a recompensa rapidamente.
  • Repita esse processo até que seu cão aprenda a associar a palavra "quieto" a parar de latir.

Incentive o comportamento calmo

Incentivar o comportamento calmo em seu cão também pode ajudar a reduzir a hiperatividade e o latido. Veja como fazer:

  • Quando seu cão estiver calmo e submisso, dê a ele carinho e atenção.
  • Se o seu cão é motivado por guloseimas, recompense o comportamento dele quando ele estiver calmo.

Ensine o comando "Bark"

Ensinar ao seu cão o comando "latir" também pode ser uma maneira eficaz de parar de latir. Veja como fazer:

  • Ensine seu cão a latir sob comando.
  • Depois que seu cão aprender a latir sob comando, reforce o comando "quieto".
  • Repita esse processo até que seu cão aprenda a associar a palavra "quieto" a parar de latir.

Exercício

Garantir que seu cão faça exercícios suficientes pode ajudar a acalmá-lo e reduzir a hiperatividade. Aqui estão algumas dicas:

  • Certifique-se de que seu cão faça bastante exercício adequado à idade.
  • Leve seu cachorro para passear regularmente e brinque com ele regularmente.

Controle de impulso

Ensinar o controle dos impulsos ao seu cão também pode ajudá-lo a relaxar e reduzir a hiperatividade. Veja como fazer:

  • Use o treinamento com clicker para ensinar um comportamento calmo ao seu cão.
  • Recompense seu cão com guloseimas ou elogios quando ele exibir um comportamento calmo.

Treinamento de Reforço Positivo

O treinamento de reforço positivo pode ser usado para reduzir a hiperatividade e o latido em cães. Aqui estão algumas dicas:

  • Use o reforço positivo para encorajar o comportamento desejável.
  • Recompense seu cão com atenção, carinho ou guloseimas quando ele estiver calmo e quieto.
  • Desenvolva uma dica verbal calma que deixe seu cão saber que latir é inaceitável.
  • Certifique-se de não recompensar os latidos usando uma sugestão diferente e retirando sua atenção se o cão continuar a latir.
  • Aumente o exercício e a estimulação mental para ajudar a reorientar a mente do seu cão e cansá-lo.
  • Consulte um conselheiro de comportamento profissional qualificado se o seu cão estiver latindo devido ao estresse, medo ou ansiedade.

Exercício e atividade física para cães hiperativos

Se você tem um cão hiperativo que late constantemente, exercícios e atividades físicas podem ajudar a reduzir sua energia e latidos. Aqui estão algumas dicas sobre como reduzir o latido em cães por meio de exercícios e atividades físicas:

Aumentar Exercício

Uma das melhores maneiras de reduzir a hiperatividade e o latido em cães é aumentar o exercício. Você pode fazer isso tornando suas caminhadas diárias mais divertidas ou passando mais tempo brincando com eles em casa ou no jardim.

Você também pode levá-los a um parque para cães ou em uma caminhada.

Quanto mais exercício seu cão fizer, menos energia ele terá para latir excessivamente.

Interação mental e física

Além do exercício físico, a estimulação mental também é importante para cães hiperativos. Você pode dar ao seu cão interação mental e física jogando jogos de cheiro, treinando ou usando alimentadores de quebra-cabeça interativos.

Isso não apenas ajudará a reduzir o latido, mas também os manterá mentalmente estimulados e felizes.

Forneça Disciplina

Outro aspecto importante para reduzir a hiperatividade e os latidos em cães é proporcionar-lhes bastante exercício por meio de caminhadas e disciplina. Você pode dar a eles tarefas para fazer e comandos para aprender, o que os ajudará a se concentrar e reduzir seus níveis de energia.

Isso também os ajudará a se sentirem mais seguros e menos ansiosos, o que pode levar a menos latidos.

Identifique a causa do latido

É fundamental observar que o latido é uma reação natural para a maioria dos cães, e existem muitas razões pelas quais os cães latem. Portanto, antes de implementar qualquer técnica de treinamento, é essencial identificar por que seu cão está latindo.

Depois de conhecer a causa, você pode trabalhar para resolvê-la e reduzir o latido.

Evite Gritar

Embora possa ser tentador gritar para o cachorro ficar quieto, isso não reduzirá o latido. Em vez disso, é essencial manter as sessões de treinamento positivas e consistentes. O treinamento deve se concentrar em ensinar ao cão o que você quer que ele faça (para recompensas), em vez de recompensar o latido ou agravar o problema com gritos e punições.

Suplementos Calmantes

Existem algumas evidências de que os suplementos dietéticos podem ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade em cães. No entanto, não está claro se esses suplementos podem reduzir especificamente a hiperatividade e o latido em cães.

Alguns suplementos calmantes para cães incluem L-triptofano, GABA, L-arginina e feromônios sintéticos.

Observe que as evidências da eficácia desses suplementos são fracas e são necessárias mais pesquisas.

Formas Naturais de Acalmar Cães

Outras maneiras de acalmar cães naturalmente incluem exercícios, musicoterapia e treinamento. É importante não recompensar qualquer comportamento de latido dando atenção ou permitindo que o latido seja bem-sucedido. Se o problema de latido excessivo de um cão já dura algum tempo, pode ser necessário tratamento para problemas subjacentes, como medo, ansiedade de separação ou distúrbios compulsivos.

Fatores ambientais e hiperatividade em cães

Os cães são conhecidos por seu comportamento de latir, mas o latido excessivo pode ser um incômodo tanto para os donos quanto para os vizinhos. Fatores ambientais, como ruído e estimulação, podem afetar a hiperatividade e o latido em cães.

Aqui estão algumas maneiras pelas quais os fatores ambientais podem afetar o comportamento de latir de um cão:

  • A poluição sonora de cães latindo pode ser um problema ambiental para vizinhos, veterinários e seus funcionários. Se o seu cão está latindo excessivamente, é importante identificar a causa subjacente e resolver o problema.
  • Os cães podem latir excessivamente em resposta a um estímulo específico, como pessoas passando pelo portão da frente. Uma solução ambiental simples, como bloquear a visão, pode resolver o problema.
  • Latidos excessivos podem ser um sinal de que seu cão está entediado, ansioso, frustrado ou se sentindo na defensiva em relação a suas casas ou famílias. Alguns latidos são normais, mas quando o latido se torna excessivo não é apenas frustrante para os donos, mas também é um sinal de que seu cão pode estar estressado ou que suas necessidades não estão sendo atendidas.
  • Alguns cães latem sempre que são expostos a estímulos novos ou incomuns, sejam eles sons, visões ou odores. O latido também ocorre em momentos de indecisão, ansiedade ou frustração.

Identificando as Causas Subjacentes

Para parar o latido excessivo em cães, é essencial identificar as causas subjacentes. Fatores ambientais, como ruído e estimulação, devem ser levados em consideração ao tentar resolver o problema.

Aqui estão alguns erros comuns a serem evitados ao treinar um cão hiperativo para parar de latir:

1. Gritar com seu cão para ficar quieto não reduzirá seus latidos. Os cães respondem melhor ao reforço positivo do que ao negativo.

2. Não recompense nenhum comportamento de latido dando atenção ou permitindo que o latido seja bem-sucedido. Se o seu cachorro late para chamar a atenção, é fundamental ignorar o comportamento e só recompensá-lo quando estiver quieto.

3. Não castigue os latidos, pois isso pode aumentar a ansiedade ou inadvertidamente servir de atenção. Punir seu cão por latir pode piorar o problema e causar mais estresse para seu animal de estimação.

4. Concentre-se em ensinar ao seu cão que, quando ele ficar quieto, será recompensado. O reforço positivo é a maneira mais eficaz de treinar um cão para parar de latir excessivamente.

5. Durante o treinamento, é importante não deixar o cão sozinho em situações em que ele possa latir. Se o seu cão late excessivamente quando deixado sozinho, pode ser um sinal de ansiedade de separação.

6. Não contribua para a excitação do seu cão gritando "Não" para ele repetidamente. Isso só deixará seu cão mais ansioso e poderá aumentar seu comportamento de latir.

Resultados e ajuda profissional para cães hiperativos

1. Proporcionar exercício diário adequado para a idade e raça do seu cão - Os cães precisam de exercício para queimar o excesso de energia, por isso certifique-se de que o seu cão faz exercício suficiente para a sua idade e raça. Um cão cansado tem menos probabilidade de latir excessivamente.

2. Ensinar habilidades práticas e dar um emprego ao seu cão - Os cães precisam de estímulo mental, bem como de exercícios físicos. Ensine ao seu cão habilidades práticas, como buscar e dar a pata, e dê a ele uma tarefa para fazer, como carregar uma mochila nas caminhadas.

3. Remover as distrações que podem estar fazendo seu cão latir excessivamente - Os cães podem latir excessivamente devido a estímulos externos, como outros cães, pessoas ou ruídos. Tente remover essas distrações ou limitar a exposição do seu cão a elas.

4. Elogiar e recompensar seu cão quando ele para de latir - O reforço positivo é fundamental ao treinar um cão. Elogie e recompense seu cão quando ele parar de latir e ignore-o quando latir excessivamente.

5. Tocar música clássica calmante - Música calmante pode ajudar a acalmar um cão hiperativo e reduzir o comportamento de latir.

6. Treinar seu cão com comportamentos de controle de impulso e treinamento de truques - Ensinar comportamentos de controle de impulso a seu cão, como "senta" e "fica" pode ajudá-los a aprender a controlar seu comportamento de latir. O treinamento de truques também pode fornecer estimulação mental e reduzir o comportamento de latir.

Procurando ajuda profissional para cães hiperativos

Se você está tendo dificuldade em treinar seu cão para parar de latir, pode ser útil consultar um adestrador profissional de cães ou um especialista em comportamento para obter orientação personalizada. Aqui estão algumas opções:

1. Entre em contato com um treinador de cães profissional certificado - Um treinador de cães profissional certificado pode fornecer treinamento e orientação personalizados para as necessidades específicas do seu cão.

2. Use coleiras e dispositivos de treinamento de cães que podem ajudar a reverter comportamentos indesejados de latidos - Coleiras e dispositivos de treinamento de cães podem ser eficazes para interromper o comportamento de latir, mas devem ser usados ​​sob a orientação de um profissional.

3. Ensine o comando "quieto" - Ensinar ao seu cão o comando "quieto" pode ser eficaz para interromper o comportamento de latir. Use uma voz calma e firme para dizer ao seu cão para ficar "quieto" e reforce positivamente o comportamento correto com guloseimas.

4. Bloqueie a capacidade do cão de ver pessoas e animais - O uso de filme plástico removível ou revestimentos de vidro à base de spray pode bloquear a capacidade do seu cão de ver estímulos externos e reduzir o comportamento de latir.

5. Treine o cão para entender "quieto" - Dizer "quieto" calmamente quando o cão está latindo e dar-lhe um petisco quando ele para de latir pode ajudá-lo a aprender o comando "quieto".

6. Considere a contratação de um treinador de cães profissional - A contratação de um treinador de cães profissional, como o Bark Busters Home Dog Training, pode fornecer soluções para todos os tipos de problemas comportamentais de cães.

Lembre-se de que cada cão é diferente e o cronograma para ver os resultados pode variar dependendo da idade, raça, temperamento e gravidade do comportamento de latir do cão. Consistência, paciência e reforço positivo são fundamentais ao treinar um cão hiperativo para parar de latir.

Com o treinamento certo e ajuda profissional, se necessário, seu amigo peludo pode aprender a se acalmar e parar de latir excessivamente.

Considerações finais e recomendações

Ao encerrarmos esta discussão sobre hiperatividade em cães e técnicas de treinamento, não posso deixar de me perguntar - por que sempre sentimos a necessidade de consertar nossos cães? Claro, latidos excessivos podem ser irritantes, mas não é apenas uma expressão natural de suas emoções? Como humanos, tendemos a reprimir nossos sentimentos e reprimi-los, mas nossos amigos peludos usam o coração nas mangas (ou devo dizer, patas).

Talvez, em vez de tentar parar completamente os latidos dos cães, devêssemos nos concentrar em entender por que eles estão latindo em primeiro lugar.

Eles estão tentando nos comunicar algo? Eles estão se sentindo ansiosos ou com medo? Ao abordar a causa raiz de seu comportamento, podemos criar um relacionamento mais harmonioso com nossos filhotes.

Claro, isso não significa que técnicas de treinamento e exercícios físicos não sejam importantes - eles são absolutamente.

Mas não vamos esquecer que nossos cães estão vivendo, respirando criaturas com suas próprias personalidades e peculiaridades.

Em vez de tentar moldá-los no animal de estimação perfeito, vamos celebrar sua individualidade e abraçar sua hiperatividade (dentro da razão, é claro).

No final do dia, nossos cães são mais do que apenas animais de estimação - eles são uma família.

E, assim como qualquer membro da família, devemos nos esforçar para amá-los e aceitá-los por quem eles são, latindo e tudo.

Como parar de latir de cachorro!

Dica: Ative o botão de legenda se precisar. Escolha 'tradução automática' no botão de configurações se você não estiver familiarizado com o idioma inglês. Pode ser necessário clicar primeiro no idioma do vídeo antes que seu idioma favorito fique disponível para tradução.

Links e referências

Meu artigo sobre o tema:

Pare de latir de cachorro: técnicas de treinamento

Nota para minha referência: (Status do artigo: preliminar)

Compartilhar no…