Construindo Uma Associação Positiva: Treinando Seu Cão Para Amar A Porta

Como dono de um cachorro, não há nada mais frustrante do que um cão latindo constantemente. Seja o carteiro, um vizinho passando ou uma rajada de vento, parece que sempre há algo para detoná-los. Mas e se houvesse uma maneira de treinar seu cachorro para amar exatamente o que desencadeia seus latidos - a porta?

Ao construir uma associação positiva com a porta, você pode não apenas reduzir o latido excessivo, mas também criar um filhote mais calmo e feliz. Neste artigo, explorarei a psicologia por trás dessa técnica de treinamento e fornecerei instruções passo a passo para ajudar seu amigo peludo a aprender a amar a porta.

Principais conclusões (um breve resumo)

  • Dessensibilize o seu cão ao som da campainha
  • Ensine seu cão a ir a um local designado e esperar
  • Use o comando 'sair'
  • Acostume seu cachorro com a porta
  • Use técnicas de reforço positivo para treinar seu cão a amar a porta e parar de latir
  • Evite gritar e corrija o comportamento imediatamente
  • Identifique a causa do latido e resolva o problema central
  • A consistência no treinamento é a chave para reduzir os latidos na porta
  • Trate a porta ou os visitantes como qualquer outra distração e recompense o bom comportamento
  • Aborde a ansiedade ou excitação subjacente, em vez de apenas tentar parar o latido
  • O latido excessivo pode ser um sinal de um problema comportamental maior, como busca de atenção, ansiedade de separação/latido compulsivo, latido induzido por frustração, latido de saudação ou tédio.

O restante deste artigo explicará tópicos específicos. Você pode lê-los em qualquer ordem, pois eles devem ser completos, mas concisos.

Entendendo por que os cachorros latem na porta

Por que os cachorros latem na porta

Os cães latem na porta por vários motivos, incluindo excitação, ansiedade ou medo. Quando ouvem o som da campainha ou de alguém batendo, podem ficar agitados e latir excessivamente. Esse comportamento pode ser irritante para donos e visitantes de cães, e pode ser difícil parar sem o treinamento adequado.

Dicas para fazer seu cachorro parar de latir na porta

1. Dessensibilize seu cão ao som da campainha

Uma maneira de impedir que seu cachorro latir na porta é dessensibilizá-lo ao som da campainha. Você pode fazer isso usando a campainha real ou um ruído de campainha gravado, que é fácil de encontrar no YouTube.

Comece tocando o som em um volume baixo e vá aumentando gradativamente com o tempo.

Recompense seu cão com guloseimas quando ele permanecer calmo e ignorar o som.

2. Ensine seu cão a ir a um lugar e esperar quando a campainha tocar

Outro método eficaz é ensinar seu cão a ir a um local designado e esperar quando a campainha tocar. Pode ser um tapete ou uma cama em outro cômodo. Ao dessensibilizar o seu cão ao som da campainha e ensiná-lo a ir tranquilamente a um local e esperar quando toca, a vida ficará muito mais tranquila quando receber entregas ou receber visitas.

3. Use o comando 'sair'

Se o seu cachorro latir ou correr para a porta, dê o comando 'sair', rapidamente seguido de 'entra'. Em seguida, caminhe até a porta, abra-a e feche-a e volte para o seu cachorro, sempre certificando-se de elogiá-lo com calma ou recompensá-lo com alguma ração toda vez que acertar.

Isso ensinará ao seu cão que latir não é um comportamento aceitável e que ele deve esperar com calma que você abra a porta.

4. Acostume seu cachorro com a porta

Dentro de casa, pratique se aproximar da porta com seu cachorro. Sem tocar a campainha, repita uma frase comum, como "só um momento" ou "já está aí" e trate seu cão quando ele ficar calmo.

Lembre-se que o silêncio é REI.

Apenas recompense seu cão quando ele parar de latir e permanecer consistente.

5. Use truques inteligentes

Você também pode usar truques inteligentes para impedir que seu cachorro latir na porta. Por exemplo, você pode pegar calmamente um punhado de guloseimas e dizer "vá procurá-lo!" e jogue-os longe da porta (idealmente atrás de uma barreira).

Isso irá distrair seu cão e redirecionar sua atenção para longe da porta.

Ensinar ao seu cão o que você gostaria que ele fizesse quando alguém está na porta leva tempo e consistência.

Razões comuns para latidos excessivos na porta

Os cães podem latir excessivamente na porta por vários motivos, incluindo:

  • Sensibilidade a ruídos: Alguns cães se assustam facilmente com o som da campainha ou uma batida. Isso pode ser devido à sua natureza sensível ou à falta de exposição a esses sons.
  • Experiências negativas anteriores: Cães que tiveram experiências negativas com estranhos entrando em casa podem latir excessivamente ao som da campainha ou de uma batida. Eles podem ver esses sons como uma ameaça.
  • Frustração: Alguns cães podem latir na porta de frustração. Por exemplo, se não tiverem permissão para cumprimentar os visitantes, podem latir para expressar seu descontentamento.
  • Excitação: os cães também podem latir na porta porque estão entusiasmados ou empolgados com o som da campainha. Eles podem ver isso como um sinal de que algo divertido está para acontecer.
  • Necessidade de sair: finalmente, os cães podem latir na porta porque precisam sair para se aliviar.

Dicas para parar de latir demais na porta

Se o seu cachorro está latindo excessivamente na porta, há várias coisas que você pode fazer para pará-lo. Aqui estão algumas dicas:

Dessensibilize seu cão ao som da campainha: Uma maneira de impedir que seu cão latir na porta é dessensibilizá-lo ao som da campainha. Você pode fazer isso usando a campainha real ou um ruído de campainha gravado.

Comece reproduzindo o som em um volume baixo e aumente gradualmente o volume ao longo do tempo.

Recompense seu cão por permanecer calmo durante esse processo.

Ensine seu cão a ir a um lugar e esperar: Outra forma de parar de latir excessivamente na porta é ensinar seu cão a ir a um lugar e esperar quando a campainha toca. Pode ser um local designado em sua casa, como uma cama ou caixote.

Quando a campainha tocar, dê ao seu cão o comando para ir ao local designado e esperar.

Recompense-os por permanecerem calmos.

Treine seu cão para usar uma campainha: você também pode treinar seu cão para tocar uma campainha na porta em vez de latir quando precisar sair. Pendure uma campainha perto da porta e ensine seu cão a tocá-la com o focinho ou a pata quando precisar sair.

Recompense-os por usar o sino.

Identifique o motivo do latido: É fundamental identificar o motivo pelo qual seu cachorro está latindo na porta. Depois de saber o motivo, você pode fornecer a eles uma maneira alternativa de se comunicar ou remover o estímulo que os está causando.

Por exemplo, se seu cachorro está latindo de frustração, você pode dar a ele um brinquedo ou osso para mastigar.

Pratique se aproximar da porta: finalmente, você pode praticar se aproximar da porta com seu cão e recompensá-lo quando ficar calmo. Comece aproximando-se da porta sem tocar a campainha ou bater. Aumente gradualmente o nível de estimulação ao longo do tempo.

Recompense seu cão por permanecer calmo durante esse processo.

Construindo uma associação positiva com a porta para reduzir os latidos

Os cães têm um instinto natural de latir ao som da campainha ou bater na porta. No entanto, latidos excessivos podem ser um incômodo tanto para o dono quanto para os vizinhos. Construir uma associação positiva com a porta pode ajudar a reduzir os latidos dos cães.

Aqui estão algumas maneiras eficazes de conseguir isso.

Dessensibilize seu cão ao som da campainha

O som da campainha pode ser um gatilho para os cachorros latirem. Para dessensibilizar seu cão a esse som, você pode reproduzir ruídos de campainha online em um volume baixo. Quando seu cão ouvir o som, recompense-o por ficar calmo.

Aumente gradualmente o volume do som ao longo do tempo, continuando a recompensar seu cão por permanecer calmo.

Isso ajudará seu cão a se acostumar com o som da campainha e reduzirá a vontade de latir.

Ensine seu cão a ir a um local designado

Ensinar seu cão a ir a um local designado quando a campainha tocar pode ajudar a evitar latidos, pulos ou arranhões na porta. Escolha um local em sua casa onde seu cachorro possa ir quando a campainha tocar.

Treine seu cão para ir a este local usando um comando como "vá para o seu local".

Recompense seu cão por ir até o local e ficar lá até soltá-lo.

Isso dará ao seu cão algo incompatível com o latido e o ajudará a associar o som da campainha a um comportamento positivo.

Use o Condicionamento Clássico

O condicionamento clássico envolve a associação de um estímulo neutro com uma experiência positiva. Para usar o condicionamento clássico para reduzir o latido, você pode dar ao seu cão uma associação positiva entre o som da campainha e algo que ele goste, como guloseimas ou brincadeiras.

Quando a campainha tocar, dê uma guloseima ao seu cão ou brinque com ele.

Com o tempo, seu cão começará a associar o som da campainha a experiências positivas e terá menos probabilidade de latir.

Gradualmente, exponha seu cão ao som de batidas

Além do som da campainha, o som de batidas nas superfícies da casa também pode desencadear latidos nos cães. Expor gradualmente seu cão a esses sons pode ajudar a dessensibilizá-lo e reduzir o latido.

Comece com sons mais baixos e aumente gradualmente o volume ao longo do tempo.

Recompense seu cão por ficar calmo durante cada exposição ao som.

Isso ajudará seu cão a se acostumar com o som de batidas e reduzirá a vontade de latir.

Prevenção de latidos em primeiro lugar

Impedir que seu cão latir em primeiro lugar é mais fácil do que tentar fazê-lo parar de latir. Cansar seu cão com exercícios ou dar-lhe algo para fazer, como um brinquedo de quebra-cabeça ou brinquedo para mastigar, pode ajudar a evitar latidos.

Um cachorro cansado tem menos probabilidade de latir ao som da campainha ou batida.

Técnicas de Reforço Positivo para Treinamento de Portas

Se você é dono de um cachorro, sabe que latir pode ser um dos comportamentos mais frustrantes de se lidar. Seja por excitação, ansiedade ou instintos territoriais, o latido excessivo pode ser um problema que precisa ser resolvido.

Felizmente, existem técnicas de reforço positivo que podem ser usadas para treinar seu cão a amar a porta e parar de latir.

Aqui estão algumas ideias:

Treinamento de Reforço Positivo

A primeira técnica é o treinamento de reforço positivo. Isso envolve recompensar seu cão por bom comportamento, como sentar-se silenciosamente perto da porta, com guloseimas, elogios, brinquedos ou qualquer coisa que o cão ache gratificante.

A ideia por trás dessa técnica é associar bom comportamento a resultados positivos.

Isso significa que seu cão aprenderá que ficar sentado quieto perto da porta leva a coisas boas, como guloseimas ou elogios.

Condicionamento operante

Outra técnica é o condicionamento operante. Isso envolve recompensar seu cão pelas coisas que ele faz certo, como sentar-se em silêncio perto da porta. A recompensa pode ser um brinquedo, um jogo ou uma guloseima – o que quer que seu cão queira.

A chave é garantir que a recompensa seja algo que seu cão ache valioso.

Isso motivará seu cão a continuar com o comportamento no futuro.

Exercícios calmantes

Ensinar seu cão a se acalmar quando as pessoas chegam à porta também pode ser eficaz. Isso pode ser feito usando técnicas de reforço positivo, como recompensar seu cão por ficar calmo e relaxado quando alguém bate à porta.

Uma maneira de fazer isso é praticar exercícios calmantes com seu cão, como respiração profunda ou técnicas de relaxamento.

Isso ajudará seu cão a aprender a ficar calmo e relaxado em situações estressantes.

Comportamento incompatível

Outra técnica é o comportamento incompatível. Isso envolve dar ao seu cão uma tarefa desejável para realizar em vez da indesejada. Por exemplo, ensinar seu cachorro a ir para o tapete quando alguém chega à porta, em vez de correr para a porta.

Isso dará ao seu cão algo em que se concentrar em vez de latir.

Com o tempo, seu cão aprenderá que ir para o tapete é uma opção melhor do que latir.

Paciência e Consistência

Por fim, lembre-se de que cada cão é único e aprende em um ritmo diferente. Seja paciente, consistente e persistente ao treinar seu cão para amar a porta e parar de latir. Isso significa praticar as técnicas regularmente e recompensar seu cão de forma consistente por bom comportamento.

Com tempo e paciência, seu cão aprenderá a amar a porta e a parar de latir.

Prazo para treinar um cachorro para amar a porta

Os cães são conhecidos por sua lealdade e natureza protetora, mas às vezes isso pode levar a comportamentos indesejados, como latidos excessivos na porta. Pode ser frustrante para você e seu amigo peludo quando eles latem e pulam na porta, dificultando o recebimento de convidados ou entregas.

No entanto, com um pouco de paciência e treinamento, você pode ensinar seu cão a amar a porta e manter a calma quando a campainha toca.

Comece com guloseimas de alto valor

O primeiro passo para treinar seu cão a amar a porta é usar guloseimas de alto valor. Escolha guloseimas que sejam muito fedorentas e/ou pegajosas, que vão demorar um pouco para o seu cachorro comer. Isso ajudará a distraí-los de latir ou pular na porta.

Mantenha essas guloseimas à mão na porta, para que você possa recompensar seu cão assim que ele se comportar com calma.

Ensine seu cão a ir para a cama quando a campainha tocar

Uma maneira eficaz de evitar que seu cachorro latir na porta é dar a ele outra coisa para fazer. Ensine seu cão a ir para a cama quando a campainha tocar. Isso lhes dará uma tarefa incompatível com latir, pular ou arranhar a porta.

Também permitirá que você se envolva de maneira mais adequada com suas entregas e convidados enquanto seu cão permanece calmo.

Pratique Aproximando-se da Porta

Outra maneira de treinar seu cão para amar a porta é praticar se aproximando da porta sem tocar a campainha. Repita uma frase comum, como "só um momento" ou "esteja aí" e, em seguida, trate seu cão quando ele ficar calmo.

Isso ajudará seu cão a associar a porta a experiências positivas, em vez de latir e pular.

Dessensibilize seu cão ao som da porta

Os cães costumam latir ao som da campainha, mesmo antes de alguém chegar. Para evitar esse comportamento, você pode dessensibilizar seu cão ao som da porta. Comece batendo em outras superfícies da casa e aumentando gradualmente o volume até que seu cão ignore batidas e campainhas razoavelmente altas.

Recompense seu cão com guloseimas quando ele permanecer calmo e gradualmente se aproxime da porta.

Ensine seu cachorro a correr para a cama

Como mencionado anteriormente, dar ao seu cão outra coisa para fazer quando a campainha toca pode ser muito eficaz. Uma maneira de fazer isso é ensinar seu cachorro a correr para a cama quando a campainha toca. Isso lhes dará uma tarefa específica para se concentrar e também ajudará a mantê-los longe da porta.

Repita o treino diariamente

Por fim, lembre-se de que treinar seu cão para amar a porta levará tempo e paciência. Repita o treinamento diariamente por vários dias até que seu cão aprenda que, quando a campainha tocar, sentar-se em silêncio receberá uma guloseima e a porta se abrirá.

Com treinamento consistente, seu cão aprenderá a amar a porta e permanecer calmo quando a campainha tocar.

Erros a evitar no treinamento de porta

Se você está cansado de seu cachorro latir toda vez que alguém bate na porta, é hora de começar a treiná-lo para parar. No entanto, existem alguns erros comuns que muitos donos de cães cometem ao tentar corrigir esse comportamento.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a evitar esses erros e treinar seu cão para ficar quieto quando alguém bate à porta.

1. Não grite com seu cachorro

Gritar com seu cão para ficar quieto não reduzirá seus latidos. Na verdade, isso pode fazê-los latir ainda mais. Em vez disso, mantenha suas sessões de treinamento positivas e otimistas. Use um tom de voz alegre e recompense seu cão quando ele parar de latir.

2. Fique calmo

Latidos constantes podem ser irritantes, mas você não conseguirá corrigir o problema de comportamento se estiver frustrado. Fique calmo ao tentar parar o latido do cachorro. Respire fundo e tente relaxar. Seu cão vai captar sua energia; portanto, se você estiver calmo, é mais provável que ele também se acalme.

3. Corrigir o comportamento problemático do cão e seguir em frente

Quando seu cachorro começar a latir na porta, corrija o comportamento imediatamente. Você pode usar um olhar, um som ou uma correção física para chamar a atenção do seu cão. Mas não pare por aí. Espere até que seu cão se submeta completamente antes de voltar ao que estava fazendo.

Isso ajudará a reforçar a ideia de que latir não é um comportamento aceitável.

4. Identifique a causa do latido

Não ignore os latidos do seu cão. Em vez disso, identifique por que seu cão está latindo e dê a ele uma maneira alternativa de se comunicar ou remover o estímulo que está causando o latido. Por exemplo, se seu cachorro está latindo porque está com medo da pessoa que está na porta, mova-o para uma sala diferente ou dê-lhe um petisco para distraí-lo.

5. Seja consistente

Não confunda seu cão por ser inconsistente. Seja consistente para que seu cão possa entender o que você quer que ele faça. Se você permitir que seu cachorro latir algumas vezes, mas não em outras, ele não entenderá por que está sendo corrigido.

6. Use dicas pareadas

Não castigue seu cachorro por latir. Em vez disso, ensine-os a ficarem quietos usando "pistas pareadas". Isso significa que você combina um comando para ficar quieto com uma recompensa positiva, como uma guloseima ou um brinquedo. Eventualmente, seu cão aprenderá a associar ficar quieto com receber uma recompensa.

7. Aborde o problema central

Não aborde o latido sem abordar primeiro a questão central do problema. Abordar o problema central pode ajudar a manter seu cão quieto e também anular outros comportamentos negativos. Por exemplo, se o seu cachorro está latindo porque está ansioso, lidar com a ansiedade ajudará a reduzir o latido.

8. Recompense o bom comportamento

Não se esqueça de recompensar seu cão por bom comportamento. O reforço positivo pode ser uma ferramenta poderosa para treinar seu cão a parar de latir. Quando seu cão estiver quieto na porta, dê a ele uma guloseima ou um brinquedo para reforçar o comportamento.

9. Solicitar ajuda

Não se esqueça de pedir a ajuda de amigos ou familiares. Tente fazer com que um familiar simule bater na porta para ajudar no processo de treinamento. Isso lhe dará a oportunidade de corrigir o comportamento do seu cão em um ambiente controlado.

Consistência no treinamento para reduzir o latido

Os cães latem por vários motivos, desde alertar seus donos sobre um perigo potencial até expressar excitação ou medo. Porém, o latido excessivo pode se tornar um incômodo, principalmente quando acontece na porta.

A consistência no treinamento é a chave para reduzir os latidos na porta.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a treinar seu cão para ficar calmo e quieto quando a campainha toca.

Ensine seu cão a ir para a cama

Quando a campainha tocar, ensine seu cachorro a ir para a cama. Dar ao seu cão algo para fazer que seja incompatível com latir, pular ou arranhar a porta permitirá que você se envolva com seus convidados e, ao mesmo tempo, permita que seu cão seja bem-sucedido.

A consistência é fundamental ao trabalhar para ensinar ou reensinar maneiras de tocar campainha para seu cão.

Certifique-se de recompensar seu cão quando ele for para a cama e ficar lá em silêncio.

Lembre-se que o silêncio é rei

Apenas recompense seu cão quando ele parar de latir e permanecer consistente. Mesmo os processos mais frustrantes começarão a produzir resultados se você permanecer consistente. Quando seu cachorro latir, espere que ele pare e fique quieto, depois clique e recompense.

Peça-lhes que fiquem no lugar e repita.

Recompense ficar quieto e ficar, ignore os latidos e redirecione seu cão para o lugar dele se ele sair antes de ser solto.

Mantenha suas sessões de treinamento positivas e otimistas

Latir é uma parte completamente normal das ferramentas de comunicação do seu cão. Seja consistente para não confundir seu cachorro. Mantenha suas sessões de treinamento positivas e otimistas. Use guloseimas, brinquedos e elogios para recompensar seu cão por bom comportamento.

Certifique-se de manter as sessões de treinamento curtas e frequentes para reforçar bons hábitos.

Ensine ao seu cão maneiras alternativas de se comunicar

O objetivo é identificar por que seu cão está latindo e, em seguida, dar a ele uma maneira alternativa de se comunicar ou remover o estímulo que está causando o latido. Ensine ao seu cão maneiras alternativas de se comunicar, como sentar-se quieto, procurar uma guloseima, ir para a cama ou fazer um truque.

Isso ajudará seu cão a aprender a se comunicar de uma maneira mais apropriada e menos perturbadora.

Acostume seu cachorro com a porta

Pratique se aproximar da porta com seu cachorro sem tocar a campainha. Repita uma frase comum, como "só um momento" ou "esteja aí" e, em seguida, trate seu cão quando ele ficar calmo. Isso ajudará seu cão a se acostumar com o som da porta sem ficar excessivamente excitado ou ansioso.

Lembre-se que o silêncio é rei.

Apenas recompense seu cão quando ele parar de latir e permanecer consistente.

Ensine seu cão a relaxar na porta

Treine seu cão para ignorar a campainha, ficar calmo quando ela tocar e, possivelmente, procurar ou realizar outro comportamento além de latir. Os comportamentos alternativos podem ser sentar-se em silêncio, procurar uma guloseima, ir para a cama ou fazer um truque.

Isso ajudará seu cão a aprender a ficar calmo e relaxado quando a campainha tocar.

Dessensibilize seu cão ao som da porta

Ensine seu cão a ficar calmo e relaxado quando ouvir o som da porta. Comece tocando o som da porta em um volume baixo e vá aumentando o volume gradativamente com o tempo. Recompense seu cão por ficar calmo e relaxado.

Isso ajudará seu cão a ficar insensível ao som da campainha e reduzirá a probabilidade de latir excessivamente.

Métodos alternativos para reduzir os latidos na porta

1. Trate a porta (ou seus visitantes) como qualquer outra distração

Uma das principais maneiras eficazes de reduzir o latido na porta é tratá-lo como qualquer outra distração. Incentive seu cão a se concentrar em você e recompense-o pelo bom comportamento. Quando alguém bater à porta, peça ao seu cão para se sentar ou ficar e recompense-o por isso.

Isso ensinará ao seu cão que o bom comportamento é recompensado e o latido não.

2. Incentive seu cão a ir para a cama quando as pessoas chegarem

Ensinar seu cão a ir a um local designado quando a campainha toca pode ser uma ótima maneira de reduzir o latido. Incentive seu cão a ir para a cama ou para um local designado quando as pessoas chegarem e recompense-as por ficarem lá.

Isso não apenas reduzirá o latido, mas também dará ao seu cão uma sensação de segurança e conforto.

3. Peça a ajuda de amigos ou familiares

Contar com a ajuda de amigos ou familiares pode ser uma ótima maneira de treinar seu cão para parar de latir na porta. Peça a um familiar ou vizinho para simular uma batida na porta para ajudar no processo de treinamento.

Recompense seu cão pelo bom comportamento e pratique os comandos várias vezes.

Isso ajudará seu cão a entender que o bom comportamento é recompensado e o latido não.

4. Leve para fora

Praticar a aproximação da porta com seu cão pode ser uma ótima maneira de reduzir o latido. Recompense seu cão quando ele ficar calmo e aumente gradualmente o volume da campainha ou o som da batida até que ele se sinta confortável com isso.

Isso ajudará seu cão a entender que o som não é uma ameaça e que o bom comportamento é recompensado.

5. Bata em outras superfícies da casa

Começar gradualmente batendo em outras superfícies da casa e espalhando guloseimas para o seu cão encontrar pode ser uma ótima maneira de reduzir o latido. Aumente gradualmente o volume até que seu cão esteja ignorando batidas e campainhas razoavelmente altas e pronto para procurar guloseimas em vez de latir e correr para a porta.

Isso ensinará ao seu cão que o bom comportamento é recompensado e o latido não.

Como a raça e a personalidade afetam o treinamento de porta

Quando se trata de treinamento de porta, considere a raça e a personalidade de um cão. Diferentes raças foram criadas para diferentes propósitos, e isso pode afetar sua resposta ao treinamento de porta. Além disso, a personalidade de um cão pode desempenhar um papel importante na forma como ele reage às pessoas que chegam à sua porta.

Aqui estão alguns insights sobre como a raça e a personalidade podem afetar o treinamento de portas:

Raças com tendência a latir

Algumas raças foram criadas especificamente para latir, como cães de caça e terriers. Isso significa que parar de latir excessivo pode ser um desafio, pois é um comportamento arraigado. No entanto, isso não significa que seja impossível treinar essas raças para não latir na porta.

Significa apenas que pode levar mais tempo e esforço.

latidos territoriais

Outra razão comum pela qual os cães latem na porta é porque eles estão sendo territoriais. Isso é especialmente verdadeiro para raças criadas para guarda, como pastores alemães e rottweilers. Quando alguém chega à porta da frente ou se aproxima do quintal do cachorro, pode latir como forma de proteger seu território.

Ansiedade ou excitação

Alguns cães podem latir na porta porque estão ansiosos ou excitados. Isso pode ser especialmente verdadeiro para raças mais tensas, como Jack Russell Terriers e Chihuahuas. Nesses casos, trate da ansiedade ou excitação subjacente, em vez de apenas tentar parar de latir.

Ensinar uma rotina

Quando se trata de treinamento de porta, determine o que você deseja que seu cão faça quando as pessoas chegarem à porta. Você quer que eles latem uma vez e depois fiquem quietos? Você quer que eles vão para um local específico e esperem que você atenda a porta? Depois de determinar o que deseja que seu cão faça, você pode começar a ensiná-lo uma rotina que seja mais adequada à personalidade dele e à sua família.

Programa de boas maneiras à campainha

Um bom programa de boas maneiras à porta é uma combinação de gestão, condicionamento clássico e condicionamento operante. Idealmente, você deve implementar o programa antes que seu cão aprenda o comportamento inadequado da porta.

Porém, se for tarde para isso, nunca é tarde para começar a mudar o comportamento.

O programa deve envolver ensinar seu cão a associar a campainha a coisas positivas, como guloseimas e elogios.

Você também deve ensiná-los um comportamento alternativo, como ir a um local específico e esperar que você abra a porta.

Sinais de problemas comportamentais maiores em portas latindo

Se você é dono de um cachorro, sabe que latir é um comportamento comum para cães. No entanto, latidos excessivos podem ser um sinal de um problema comportamental maior. Aqui estão alguns sinais a serem observados quando seu cachorro late na porta:

Procurando atenção

Os cães geralmente latem quando querem algo, como sair, brincar ou receber uma guloseima. Se o seu cachorro late na porta quando quer atenção, estabeleça limites e ensine maneiras alternativas de comunicar suas necessidades.

Ansiedade de separação/latidos compulsivos

Cães com ansiedade de separação geralmente latem excessivamente quando deixados sozinhos. Esse tipo de latido pode ser difícil de resolver e pode exigir a ajuda de um adestrador de cães profissional ou comportamentalista. Se o seu cão apresenta latidos compulsivos, trate da ansiedade ou estresse subjacente que está causando o comportamento.

Latidos Induzidos por Frustração

Alguns cães latem excessivamente apenas quando são colocados em uma situação frustrante, como quando não podem acessar seus companheiros de brincadeira ou quando estão confinados ou amarrados de forma que seus movimentos sejam restritos. Esse tipo de latido pode ser resolvido dando ao seu cão mais oportunidades de se exercitar e brincar, além de treiná-lo para ser calmo e paciente em situações frustrantes.

Saudação latindo

Se o seu cão late para as pessoas que chegam à porta, para as pessoas ou cães que passam por sua propriedade, para as pessoas ou cães que ele vê durante as caminhadas e para as pessoas ou cães que ele vê através da cerca, e seu latido é acompanhado por ganidos, abanar o rabo e outros sinais de amizade, seu cachorro provavelmente está latindo para dizer olá.

Esse tipo de latido pode ser resolvido treinando seu cão para ficar calmo e quieto ao cumprimentar pessoas ou outros animais.

Tédio

Latidos excessivos podem ser um sinal de que seu cão está entediado. Certifique-se de que seu cão esteja fazendo exercícios e estímulos mentais suficientes ao longo do dia. Forneça-lhes brinquedos e quebra-cabeças que os manterão ocupados e engajados.

Análise final e implicações

Concluindo, construir uma associação positiva com seu cão e a porta é uma maneira simples, mas eficaz, de parar de latir. Usando guloseimas, elogios e paciência, você pode treinar seu amigo peludo para ver a porta como uma fonte de alegria e entusiasmo, em vez de medo e ansiedade.

No entanto, lembre-se de que cada cão é diferente e pode exigir uma abordagem única de treinamento.

Mas vamos dar um passo para trás e considerar por que queremos parar de latir de cachorro em primeiro lugar.

É simplesmente porque é irritante ou perturbador em nossa vida diária? Ou é porque queremos que nossos cães se sintam calmos e confortáveis ​​em seu ambiente?

Talvez seja um pouco dos dois.

Mas lembre-se de que os cães são criaturas sociais que dependem da comunicação para navegar pelo mundo ao seu redor.

Latir é apenas uma maneira de se expressar e se comunicar conosco.

Portanto, antes de nos apressarmos em silenciar nossos cães, vamos dedicar um momento para entender o que eles estão tentando nos dizer.

No final, construir uma associação positiva com a porta é apenas um pequeno passo para criar um relacionamento feliz e saudável com nossos amigos peludos.

Ao reservar um tempo para entender suas necessidades e comportamentos, podemos criar um ambiente de vida mais harmonioso para nós e nossos amados animais de estimação.

Então, vamos abraçar a singularidade de nossos cães e trabalhar juntos para construir um vínculo mais forte.

Transforme o comportamento do seu cão

Latindo na porta? Descubra como os donos de cães rapidamente transformaram seus cães em um amigo peludo obediente e bem comportado.

Aborde a causa do mau comportamento do seu cão, não apenas os sintomas, para que você possa ir direto à raiz do problema e resolvê-lo para sempre:

Treinamento on-line de cães

PARE de latir na porta!

Dica: Ative o botão de legenda se precisar. Escolha 'tradução automática' no botão de configurações se você não estiver familiarizado com o idioma inglês. Pode ser necessário clicar primeiro no idioma do vídeo antes que seu idioma favorito fique disponível para tradução.

Links e referências

  1. ANTES DE TER SEU FILHOTE Dr. Ian Dunbar
  2. DEPOIS DE TER SEU FILHOTE Dr. Ian Dunbar
  3. Treinando cães para amar suas caixas por Dr. Sophia Yin
  4. Crate Training: Pensando fora da caixa por Wayside Waifs
  5. Crate Training para manter o conteúdo do seu cão por Whole Dog Journal
  6. Artigos relacionados:

    Dicas de especialistas para gerenciar latidos de portas em configurações de apartamentos

    Compreendendo as causas principais do latido de porta em cães

    A psicologia por trás do instinto dos cães de latir na porta

    Auxiliar de memória para mim: (Status do artigo: projeto)

    Compartilhar no…