Compreendendo A Psicologia Canina: Pare De Latir Excessivamente

Como dono de um cachorro, você pode ter experimentado a frustração de tentar impedir seu amigo peludo de latir excessivamente. Seja latindo para a campainha, para outros cães ou apenas sem motivo aparente, pode ser um grande aborrecimento. Mas você já parou para considerar a psicologia por trás do latido do seu cachorro?

Compreender as raz√Ķes pelas quais os c√£es latem excessivamente pode n√£o apenas ajud√°-lo a controlar o comportamento, mas tamb√©m aprofundar seu v√≠nculo com seu companheiro peludo. Neste artigo, vou mergulhar no fascinante mundo da psicologia canina e explorar as causas do latido excessivo. Prepare-se para ter uma nova perspectiva sobre o seu amigo de quatro patas e descubra como manter a paz em casa.

Principais conclus√Ķes

  • Identificar o motivo do latido excessivo em c√£es √© crucial para resolver o problema.
  • O latido excessivo pode levar a problemas de sa√ļde e estresse para os c√£es, por isso √© importante identificar a causa e resolv√™-la.
  • Treinamento e ferramentas podem ser eficazes para interromper o latido excessivo em c√£es.
  • Para evitar latidos excessivos, identifique o gatilho, distraia seu c√£o, recompense o sil√™ncio, diminua sua rotina de abandono, fale com seu veterin√°rio e considere rem√©dios e suplementos naturais em vez de coleiras para latir.
  • Procure ajuda profissional se o latido do seu c√£o for causado por ansiedade de separa√ß√£o ou outros problemas comportamentais.

Latidos excessivos em c√£es

Identificando o motivo do latido

O primeiro passo para lidar com latidos excessivos é identificar o motivo. Os cães podem latir excessivamente devido a vários motivos, como tédio, ansiedade, medo ou excitação. Depois de saber por que seu cão está latindo excessivamente, você pode tomar medidas para resolver o problema subjacente.

Removendo a motivação para latir

A prevenção é fundamental quando se trata de latidos excessivos. Manter seu cão ocupado e exercitado pode ajudar a reduzir o latido e impedi-lo de praticá-lo. Fornecer ao seu cão brinquedos, quebra-cabeças e outras atividades pode ajudar a mantê-lo ocupado e mentalmente estimulado, reduzindo as chances de latir excessivamente.

Ignorando o Latido

Gritar com seu c√£o para ficar quieto n√£o reduzir√° seus latidos. Em vez disso, ignorar o latido e recompensar o que voc√™ deseja ‚Äď os momentos de sil√™ncio entre latir, brincar com brinquedos ou ficar calmo ‚Äď pode ajudar a reduzir o latido excessivo.

Dessensibilizando seu cão ao estímulo

A exposi√ß√£o gradual do seu c√£o ao est√≠mulo que o faz latir at√© que ele n√£o reaja mais a ele pode ajudar a reduzir o latido excessivo. Por exemplo, se seu c√£o late para outros c√£es, voc√™ pode exp√ī-lo gradualmente a outros c√£es enquanto os recompensa por um comportamento calmo.

Ensinar um comportamento incompatível

Ensinar ao seu cão um comportamento incompatível com o latido, como "senta" ou "deita", pode ajudar a reduzir o latido excessivo. Quando seu cão começar a latir, peça a ele que execute o comportamento incompatível.

Ensinando o Comando "Quieto"

Usar uma voz calma e firme para dizer ao seu cão para ficar "quieto" e reforçar positivamente o comportamento correto com guloseimas e carinho pode ajudar a reduzir o latido excessivo.

Redirecionando o comportamento do seu c√£o

Redirecionar o comportamento do seu cão com guloseimas ou um brinquedo pode ajudar a evitar que ele latir. Por exemplo, se seu cachorro late quando alguém bate na porta, você pode redirecionar a atenção dele para um brinquedo ou guloseima.

Removendo seu c√£o da √°rea do gatilho

Às vezes, a melhor resposta ao latido excessivo envolve remover o cão da situação que desencadeia o latido. Por exemplo, se o seu cão late excessivamente quando vê outros cães, você pode evitar levá-lo a lugares onde é provável que encontre outros cães.

Manter uma atitude calma e confiante

Como líder da matilha, é seu trabalho intervir e controlar os latidos excessivos. Manter uma atitude calma e confiante de "eu estou no comando" pode ajudar a reduzir a ansiedade do seu cão e evitar que ele latir excessivamente.

Manter seu cão em um horário regular de alimentação e não ceder a nenhuma de suas demandas também pode ajudar a estabelecer você como o líder da matilha.

Compreendendo os diferentes tipos de latidos de cachorro

Os c√£es usam diferentes tipos de latidos para comunicar coisas diferentes. Compreender o significado por tr√°s do latido do seu c√£o pode ajud√°-lo a lidar com o latido excessivo. Aqui est√£o alguns tipos diferentes de latidos de cachorro e o que eles significam:

  • Latidos r√°pidos e cont√≠nuos em tom m√©dio: Este tipo de latido √© frequentemente utilizado pelos c√£es para alertar os seus donos de uma potencial amea√ßa ou para proteger o seu territ√≥rio.
  • Latidos ininterruptos, interrompidos por intervalos: esse tipo de latido pode indicar que algo est√° errado ou que o c√£o sente um intruso.
  • Latido √ļnico ou latido r√°pido e agudo: esse tipo de latido geralmente √© um ganido doloroso e uma express√£o de dor.
  • Agudo e repetido: Um latido brincalh√£o geralmente serve como um convite.
  • Latidos r√°pidos com pausas: esse tipo de latido pode indicar que algo est√° errado ou que o c√£o sente um intruso.
  • Latidos cont√≠nuos de tom mais baixo: esse tipo de latido pode indicar que o c√£o pode sentir um problema iminente.
  • Latido √ļnico e agudo: um ganido doloroso e express√£o de dor.
  • Latido √ļnico de tom m√©dio: Um c√£o que quer ficar sozinho.
  • Latidos √ļnicos com longas pausas: um c√£o solit√°rio chamando aten√ß√£o ou buscando companhia.
  • Latido mon√≥tono e repetitivo, muitas vezes durando horas: T√©dio ou ventila√ß√£o devido a um estilo de vida ou ambiente pouco estimulante.
  • Latido de cachorro de tom mais baixo: Mais amea√ßador e pode vir de um c√£o confiante ou de um c√£o muito assustado.

Por que entender o comportamento do cão é a chave para parar de latir

Quando se trata de impedir que seu cão latir excessivamente, é importante entender a raiz do comportamento. Os cães latem por vários motivos, incluindo medo, ansiedade, tédio e instintos territoriais.

Ao entender por que seu cão está latindo, você pode resolver o problema subjacente e impedir que o comportamento continue.

Isso requer uma compreensão básica da psicologia canina, que inclui reconhecer a linguagem corporal, entender o papel do reforço positivo e estabelecer-se como o líder da matilha.

Sem esse conhecimento, as tentativas de parar de latir podem ser in√ļteis ou at√© contraproducentes.

Ao reservar um tempo para aprender sobre o comportamento canino, você pode criar um relacionamento mais harmonioso com seu amigo peludo e desfrutar de um lar mais tranquilo e tranquilo.

Para maiores informa√ß√Ķes:

Entendendo o latido de cachorro: tipos, gatilhos e solu√ß√Ķes

Preocupa√ß√Ķes com a sa√ļde relacionadas ao latido excessivo

Preocupa√ß√Ķes com a sa√ļde relacionadas ao latido excessivo

1. Dor de garganta e danos às cordas vocais: latir o dia todo pode causar dor de garganta e danos às cordas vocais do seu cão. Isso pode levar a dificuldade em respirar e engolir.

2. Estresse: Latidos prolongados podem levar a um estresse intenso, que pode causar uma variedade de problemas comportamentais, como agressividade, ansiedade e depress√£o.

3. Problemas m√©dicos: Alguns problemas m√©dicos podem causar latidos excessivos, desde picadas de abelha at√© doen√ßas cerebrais e dores cont√≠nuas. Animais de estima√ß√£o mais velhos podem desenvolver uma forma de senilidade canina que causa vocaliza√ß√Ķes excessivas.

4. Tédio: latidos excessivos podem ser um sinal de que seu cachorro está entediado. Quando os cães não têm enriquecimento suficiente durante o dia, eles podem desenvolver hábitos destrutivos.

5. Ansiedade: os cães também podem latir quando estão em perigo - por exemplo - quando são deixados sozinhos.

Se o seu cachorro est√° latindo excessivamente, descubra a causa do latido e como par√°-lo. Voc√™ n√£o deve simplesmente ignorar o latido e esperar que ele cuide de si mesmo. √Č sempre uma boa ideia ter um animal de estima√ß√£o examinado por um veterin√°rio para ter certeza de que n√£o h√° nenhuma raz√£o m√©dica para o problema.

Depois de saber por que seu cão está latindo, você pode começar a trabalhar em maneiras de diminuir seu hábito irritante.

Gatilhos comuns para latidos excessivos

1. Dor, medo ou ang√ļstia: os c√£es podem latir excessivamente quando est√£o com dor, medo ou ang√ļstia. √Č fundamental identificar a origem de seu desconforto e resolv√™-lo.

2. Presença de gatilhos, como transeuntes ou outros cães latindo: Os cães podem latir excessivamente quando sentem uma ameaça ou se sentem territoriais. Você pode ajudar seu cão a se sentir mais seguro, fornecendo-lhe um espaço seguro e treinando-o para responder aos comandos.

3. Falha em atender √†s necessidades f√≠sicas e mentais do c√£o, como exerc√≠cio insuficiente, estimula√ß√£o mental e intera√ß√£o social: Os c√£es precisam de estimula√ß√£o f√≠sica e mental para se manterem saud√°veis ‚Äč‚Äče felizes. Certifique-se de que seu c√£o est√° fazendo exerc√≠cios, brincadeiras e intera√ß√£o social suficientes.

4. Tédio ou solidão: Os cães podem latir excessivamente quando estão entediados ou solitários. Fornecer brinquedos, quebra-cabeças e jogos interativos pode ajudar a mantê-los entretidos.

5. Ansiedade de separação: Os cães podem latir excessivamente quando são separados de seus donos. Treinar seu cão para se sentir confortável em ficar sozinho e fornecer a ele um espaço seguro pode ajudar a reduzir sua ansiedade.

6. Latidos territoriais/protetores/de alarme/medo: os cães podem latir excessivamente quando se sentem ameaçados ou estão tentando proteger seu território. Treinar seu cão para responder a comandos e fornecer a ele um espaço seguro pode ajudar a reduzir sua ansiedade.

7. Exigir latidos (latir para os donos pedindo atenção): os cães podem latir excessivamente quando querem atenção. Ignorar os latidos e recompensá-los pelo comportamento silencioso pode ajudar a reduzir esse comportamento.

8. Latidos compulsivos (latidos repetitivos): Os cães podem latir excessivamente quando estão entediados ou ansiosos. Fornecer brinquedos, quebra-cabeças e jogos interativos pode ajudar a mantê-los entretidos.

9. Latidos induzidos por frustração (latidos quando colocados em uma situação frustrante): Os cães podem latir excessivamente quando são colocados em uma situação frustrante. Treinar seu cão para responder a comandos e fornecer a ele um espaço seguro pode ajudar a reduzir sua ansiedade.

Treinamento e ferramentas para parar o latido excessivo

O latido excessivo é um problema comum entre os cães, mas pode ser resolvido com treinamento e ferramentas adequadas. Aqui estão algumas maneiras eficazes de impedir que seu cão latir excessivamente:

Ensine o comando "quieto"

Entre os principais métodos populares de reduzir o latido excessivo está ensinando o comando "quieto". Use uma voz calma e firme para dizer ao seu cão para ficar "quieto" e reforce positivamente o comportamento correto com guloseimas e carinho.

Remova a motivação para latir

A prevenção é fundamental. Mantenha seu cão ocupado e exercitado para ajudar a reduzir o latido e impedi-lo de praticá-lo. Observe o que seu cão ou filhote late e use as dicas abaixo para reduzir a frequência do latido.

Dessensibilize seu cão ao estímulo

A dessensibilização pode ajudar seu cão a se tornar menos reativo a certos estímulos que os levam a latir excessivamente.

Uso de comandos

A maioria dos cães é muito treinável para comandos. Você pode fazer seu cão parar de latir com um comando, dizendo-lhe para parar de latir com um olhar, um som ou um gesto. Mas não pare por aí. Espere até que seu cão se submeta completamente antes de recompensá-lo.

Reforce o comportamento quieto

Você pode efetivamente parar de latir usando uma isca de comida ou brinquedo ou um cabresto e, em seguida, reforçando o comportamento silencioso. Um comando silencioso deve ser emparelhado com cada sessão em que o cão pode ser ensinado com sucesso a ficar quieto.

Ignore os latidos

Gritar com seu cão para ficar quieto não reduzirá seus latidos. O objetivo é identificar por que seu cão está latindo e, em seguida, dar a ele uma maneira alternativa de se comunicar ou remover o estímulo que está causando o latido.

N√£o recompense qualquer comportamento de latido

Não recompense nenhum comportamento de latido dando atenção ou permitindo que o latido seja um exemplo de sucesso, permitindo dentro de casa. Não castigue os latidos, pois isso pode aumentar a ansiedade ou inadvertidamente servir de atenção.

Ferramentas e dispositivos para parar o latido excessivo

Existem ferramentas e dispositivos que podem ajudar a parar o latido excessivo em c√£es. Aqui est√£o alguns exemplos:

  • Dispositivos ultrass√īnicos: produzem sons agudos em resposta a latidos que incomodam os c√£es e agem como uma corre√ß√£o. O ru√≠do √© ultrass√īnico, o que significa que os humanos n√£o podem ouvi-lo, mas os c√£es podem.
  • Coleiras de vibra√ß√£o: Essas coleiras funcionam tanto ouvindo um latido quanto sentindo a vibra√ß√£o na garganta do c√£o. A vibra√ß√£o √© projetada para distrair seu c√£o e, portanto, parar o latido.
  • Emissores de som: s√£o dispositivos port√°teis que emitem um som que distrai os c√£es de latir e outros comportamentos indesejados, como beliscar, morder, mastigar, pular e implorar.
  • Coleiras de spray: essas coleiras espalham um perfume que distrai os c√£es dos latidos.
  • Brinquedos de distra√ß√£o: Esses brinquedos podem manter seu c√£o ocupado e distra√≠do de latir.

√Č fundamental observar que algumas dessas ferramentas podem n√£o funcionar para todos os c√£es, e √© melhor consultar um treinador profissional para obter conselhos sobre esses dispositivos e seu c√£o individualmente. Al√©m disso, use m√©todos humanos ao treinar seu c√£o e evite usar ferramentas que possam prejudic√°-los.

Com paciência e treinamento consistente, você pode ajudar seu cão a aprender a latir menos e a ser um companheiro mais feliz e bem-comportado.

Prevenção de latidos excessivos

Se você é dono de um cachorro, sabe que latir é uma parte natural de seu comportamento. No entanto, latidos excessivos podem ser um problema, especialmente quando você não está em casa. Aqui estão algumas dicas para evitar que seu cão latir excessivamente quando você não está por perto.

Identifique o gatilho

O primeiro passo para evitar latidos excessivos é identificar o gatilho. Gatilhos comuns incluem tédio, inquietação, medo e ansiedade de separação. Depois de identificar o gatilho, você pode tentar reduzi-lo ou eliminá-lo.

Por exemplo, se seu cão está entediado, você pode fornecer brinquedos ou quebra-cabeças para mantê-lo ocupado.

Desacelere sua rotina de saída

Se a sua rotina de saída é o principal gatilho para o latido do seu cachorro, tente diminuir o tempo que você leva para sair. Isso pode ajudar a reduzir a ansiedade do seu cão e deixá-lo mais confortável quando você não estiver por perto.

Distraia seu cachorro

Distrair seu cão é uma das melhores maneiras de parar de latir. Assim que o cão for redirecionado e você tiver a atenção dele, você pode dar a ele uma guloseima ou um brinquedo para mantê-lo ocupado. Isso também pode ajudar a reduzir a ansiedade e evitar latidos excessivos.

Silêncio de recompensa

Quando seu c√£o ficar em sil√™ncio por um per√≠odo de tempo predeterminado, entre novamente e recompense-o. Comece com uma meta facilmente alcan√ß√°vel - digamos, 10 a 30 segundos. Quando eles latirem, ajuste o cron√īmetro de volta para zero. Isso pode ajudar a refor√ßar o bom comportamento e evitar latidos excessivos.

Fale com seu veterin√°rio

Se o seu cão tem ansiedade de separação, converse com seu veterinário sobre mudanças direcionadas e treinamento geral e, em alguns casos, até medicamentos. Seu veterinário pode ajudá-lo a desenvolver um plano de modificação de comportamento que pode ajudar a reduzir a ansiedade de seu cão e evitar latidos excessivos.

Evite colares de casca

As coleiras para latidos são uma ajuda de curto prazo para ajudar a evitar que os cães latirem quando deixados sozinhos, mas não são recomendadas, pois podem ser cruéis e causar mais mal do que bem. Em vez disso, experimente alguns dos remédios e suplementos naturais que podem ajudar a acalmar um cão e reduzir o latido.

Remédios e suplementos naturais

Existem vários remédios e suplementos naturais que podem ajudar a acalmar um cão e reduzir o latido:

  • √ďleo de lavanda: coloque algumas gotas em uma bandana que seu cachorro usa.
  • Uma camiseta ou su√©ter justo: √© semelhante a envolver um beb√™. Se o latido do seu c√£o estiver enraizado na ansiedade, isso pode ajudar.
  • Adaptil‚ĄĘ spray: Uma forma sint√©tica do ferom√īnio mam√°rio calmante para c√£es lactantes. Isso pode ajudar se o latido do seu c√£o estiver enraizado na ansiedade.
  • Exerc√≠cio: o exerc√≠cio √© uma das melhores maneiras de aliviar sua pr√≥pria tens√£o e tamb√©m √© um excelente rem√©dio para animais ansiosos.
  • C√≠tricos: Misture algumas gotas de suco de lim√£o, toranja ou laranja com √°gua em um borrifador. Quando seu c√£o late, borrife um pouco da mistura em sua boca. Muitos c√£es s√£o repelidos por frutas c√≠tricas, ent√£o eles logo associar√£o o latido a um sabor e odor desagrad√°veis.
  • Redirecionando seu comportamento com guloseimas ou um brinquedo: voc√™ pode tentar oferecer uma guloseima de alto valor ou um brinquedo favorito para distrair seu c√£o.
  • Retenha a aten√ß√£o: quando seu c√£o come√ßar a latir, gentilmente segure seu rosto e diga suavemente "quieto". Repita mais uma vez. Recompense-os com um petisco se eles pararem de latir. Caso contr√°rio, vire as costas e ignore-os completamente, desde que continuem a latir.
  • T√©cnicas de dessensibiliza√ß√£o: voc√™ pode trabalhar para introduzir o gatilho lentamente e fazer seu c√£o se sentir melhor ou ter uma resposta diferente de latir se ele estiver continuamente exposto a ele.
  • Use calmantes: se o latido do seu c√£o estiver enraizado na ansiedade, v√°rios calmantes podem ajudar em conjunto com o plano de modifica√ß√£o de comportamento.

Procurando ajuda profissional para latidos excessivos

O latido excessivo é um problema comum entre os cães e pode ser frustrante tanto para o dono quanto para os vizinhos. Felizmente, há várias coisas que você pode fazer para ajudar a reduzir o latido do seu cachorro.

Identifique o motivo do latido do seu cachorro

O primeiro passo para parar o latido excessivo do seu cão é identificar por que ele está latindo. Compreender a razão por trás do latido do seu cão é fundamental para escolher as técnicas que podem funcionar melhor para sua situação particular.

Algumas raz√Ķes comuns pelas quais os c√£es latem incluem t√©dio, ansiedade, medo, comportamento territorial ou simplesmente para chamar sua aten√ß√£o.

Ignore o Latido

Se você acredita que seu cão está latindo apenas para chamar sua atenção, tente ignorá-lo. Dar-lhes atenção quando eles latem apenas reforça o comportamento. O exercício regular e o uso de brinquedos de quebra-cabeça podem manter seu cão ocupado durante uma chamada de trabalho ou quando você está assistindo TV.

Ensine o comando "Silencioso"

Ensinar ao seu c√£o o comando "quieto" pode ser uma maneira eficaz de reduzir o latido. Use uma voz calma e firme para dizer ao seu c√£o para ficar "quieto" e reforce positivamente o comportamento com guloseimas e carinho.

Forneça estimulação mental e física

Se o seu cachorro está latindo por causa do tédio, dar-lhe algo para fazer pode ser a resposta. Oferecer brinquedos de quebra-cabeça ou jogos interativos pode manter seu cão mentalmente estimulado e reduzir seus latidos.

Busque ajuda profissional

Se o latido do seu cão se deve à ansiedade de separação ou a outros problemas comportamentais, pode ser necessária uma abordagem completamente diferente. Considere trabalhar com um consultor de comportamento canino certificado ou um veterinário comportamentalista para resolver o problema subjacente.

A prevenção é fundamental

Manter seu cão ocupado e exercitado ajudará a reduzir o latido e a impedi-lo de praticá-lo. Observe o que seu cão ou filhote late e use as dicas abaixo para reduzir a frequência do latido.

Remova a motivação para latir

Se o seu cachorro estiver latindo para algo do lado de fora, feche as cortinas ou persianas para bloquear a visão dele. Se eles estiverem latindo para pessoas ou outros cães, remova-os da situação.

Dessensibilize seu cão ao estímulo

Exponha gradualmente o seu cão ao estímulo que desencadeia o latido, começando com um baixo nível de exposição e aumentando gradualmente ao longo do tempo.

Pergunte ao seu cão sobre um comportamento incompatível

Ensine ao seu cão um comportamento incompatível com o latido, como "senta" ou "deita", e recompense-o por realizar esse comportamento em vez de latir.

Consulte um Veterin√°rio ou Veterin√°rio Comportamental

Alguns c√£es podem estar passando por um problema psicol√≥gico, como ansiedade de separa√ß√£o, que os faz latir excessivamente. Essas condi√ß√Ķes exigem uma visita ao veterin√°rio ou a um veterin√°rio comportamentalista para diagnosticar e tratar.

Resumindo as ideias principais

Latidos excessivos em c√£es podem ser uma verdadeira dor de cabe√ßa para os donos de animais. N√£o √© apenas irritante, mas tamb√©m pode ser um sinal de problemas de sa√ļde subjacentes. Como pai de estima√ß√£o, entenda as raz√Ķes por tr√°s do latido excessivo de seu amigo peludo e tome as medidas necess√°rias para resolv√™-lo.

Embora existam v√°rias ferramentas e t√©cnicas de treinamento dispon√≠veis no mercado, √© importante lembrar que cada c√£o √© √ļnico e pode exigir uma abordagem diferente.

De coleiras anti-latidos a treinamento de refor√ßo positivo, n√£o h√° uma solu√ß√£o √ļnica para parar o latido do cachorro.

No entanto, prevenir é sempre melhor do que remediar.

Como dono de um animal de estimação responsável, forneça ao seu cão exercícios, estimulação mental e socialização suficientes para evitar o tédio e a ansiedade.

Um c√£o cansado e feliz tem menos probabilidade de latir excessivamente.

Se você já tentou de tudo e o latido excessivo do seu cachorro ainda persiste, procurar ajuda profissional é a melhor opção.

Um comportamentalista de c√£es certificado pode ajudar a identificar a causa raiz do latido do seu c√£o e fornecer um plano de treinamento personalizado.

Mas o problema é o seguinte: latidos excessivos em cães nem sempre são um problema de comportamento.

Pode ser um sinal de um problema de sa√ļde subjacente, como dor, perda auditiva ou disfun√ß√£o cognitiva.

Portanto, antes de come√ßar a treinar seu c√£o para parar de latir, exclua quaisquer condi√ß√Ķes m√©dicas.

Concluindo, parar de latir requer paciência, consistência e compreensão.

Não se trata apenas de treinar seu cão para ficar quieto, mas também de abordar a causa raiz de seus latidos excessivos.

Lembre-se de que o latido do seu cachorro é a maneira dele se comunicar com você, portanto, ouça e responda de acordo.

Como parar de latir de cachorro!

Dica: Ative o bot√£o de legenda se precisar. Escolha 'tradu√ß√£o autom√°tica' no bot√£o de configura√ß√Ķes se voc√™ n√£o estiver familiarizado com o idioma ingl√™s. Pode ser necess√°rio clicar primeiro no idioma do v√≠deo antes que seu idioma favorito fique dispon√≠vel para tradu√ß√£o.

Links e referências

Meu artigo sobre o tema:

Parar latidos excessivos: dicas e ferramentas

Memorando para mim mesmo: (Status do artigo: rascunho)

Compartilhar no…